Notícias

Postado em 21 de Janeiro às 18h28

AGROINDÚSTRIA DE SC: 1,1 MIL TRABALHADORES VOLTAM AOS TRABALHOS NA BRF EM CHAPECÓ

Nome Categoria (67)

Além da retomada dos empregos e produção, setor prevê recuperação nas exportações e crescimento no faturamento para este ano.


Expectativa é de aumento entre 1,39% a 3% nas produções de frango e suíno

A agroindústria catarinense começa 2019 com saldo positivo. Em Chapecó, 1,1 mil trabalhadores retornam as funções na BRF em Chapecó, na segunda-feira (14). Eles estavam no sistema de lay-off (afastamento do funcionário por um prazo determinado que vai de dois a cinco meses, em que ele continua à disposição da empresa) desde julho do ano passado.

Estes e outros empregados do setor sofreram com o reflexo dos embargos e as operações policiais em torno da agroindústria ocorridas desde 2017 e que desencadearam na interrupção de abates, fechamento de empresas, férias coletivas e demissões. Além do retorno desses empregados, a BRF anunciou a retomada do segundo turno de perus em abril, o que vai gerar mais 700 vagas.

A retomada do setor começou a ser observada já no final do ano passado, com a empresa Jaguafrangos, do Paraná, assumindo a unidade de Ipuaçu e retomou os abates, o que acabou preservando 600 empregos. No final do ano, o México anunciou a habilitação de 26 novas plantas, uma delas a de Ipuaçu (SC). Em novembro, a Rússia reabriu o mercado para o Brasil.

“A gente vê que acertou em aceitar o lay-off, pois isso garantiu o direito aos trabalhadores num momento difícil e agora os funcionários voltam ao trabalho com seus empregos e seus direitos garantidos“ afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carne de Chapecó e Região, Jenir de Paula.

Fábrica da BRF em Chapecó (SC) (Foto: Nelson Almeida AFP)]

Fonte: ClicRDC

Veja também

Segurança em Sistemas de Refrigeração por Amônia em Frigoríficos06/02 O gás Amônia é um irritante poderoso das vias respiratórias, olhos e pele. Dependendo do tempo e do nível de exposição podem ocorrer efeitos que vão de irritações leves a severas lesões corporais A inalação pode causar dificuldades respiratórias, broncoespasmo, queimadura da mucosa nasal, faringe e laringe, dor no peito......
Brasil exporta 251,2 mil toneladas de carne de frango em abril09/06/18 As exportações brasileiras de carne de frango somaram 251,2 mil toneladas em abril, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (Mdic) compilados pela Associação Brasileira de......

Voltar para Notícias (pt)