Notícias

Postado em 14 de Março de 2017 às 15h03

JBS espera forte desempenho para operações de bovinos nos EUA em 2017

A JBS espera que seus negócios de carne bovina nos Estados Unidos tenham margens acima do verificado nos últimos anos em 2017, como resultado da recuperação do ciclo de bovinos na região e aumento das exportações, informaram executivos da companhia em teleconferências na terça-feira (14).

“Vamos ver nos EUA margens que não vimos nos últimos anos”, disse o CEO da JBS USA André Nogueira.

O ciclo positivo para o negócio de bovinos nos EUA foi iniciado no final de 2016. A receita líquida dessa unidade subiu 1,6% para US$5,3 bilhões no quarto trimestre, na comparação com mesmo período de 2015, enquanto a margem EBITDA subiu de -0,5% para +7,3%.

O aumento da disponibilidade de bovinos e a queda nos preços dos animais contribuiu para a redução do custo da matéria-prima no segundo semestre do ano. Esses fatores, aliados a um aumento na demanda interna e externa, ajudaram na recuperação dos resultados, segundo a JBS.

Nogueira lembrou que as margens registradas pela JBS USA Bovinos inclui também as operações no Canadá e Austrália. “A margem americana individualmente foi maior que essa que reportamos”, disse.

Para 2017, a JBS espera um incremento de 3% a 4% na disponibilidade de bovinos nos EUA.

O CEO global da JBS, Wesley Batista, disse que as exportações de carne bovina norte-americana já estão apresentando crescimento expressivo nesses primeiros meses do ano, superiores a 25% na comparação anual, e redução nas importações. Segundo ele, esse cenário colabora para reduzir a disponibilidade interna de carne bovina, elevando margens para a companhia.

No Brasil, o aumento da disponibilidade de gado também deverá colaborar para o desempenho do segmento de carne bovina em 2017 e nos próximos anos, segundo os executivos.

Fonte: Carnetec

Veja também

Exportação de carne bovina sobe 21% em fevereiro, impulsionada por China09/03 As vendas externas de carne bovina brasileira subiram 21% em fevereiro, na comparação com o mesmo mês de 2017, para 120,6 mil toneladas, informou a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) na quinta-feira (08). Essas vendas equivaleram a US$ 482,4 milhões em receita para os frigoríficos exportadores, 22% acima do faturamento registrado em fevereiro......
Aurora Alimentos tem perda de R$ 2,5 milhões com roubos de cargas em 12 meses04/08/17 Por Anna Flávia Rochas em 25/07/2017 A Aurora Alimentos teve prejuízo de R$ 2,5 milhões relacionado ao roubo de 65 cargas de produtos cárneos nos últimos 12 meses, totalizando 362 mil quilos, informou a companhia na......

Voltar para Notícias (pt)