Notícias

Postado em 23 de Setembro às 08h24

Mercoagro 2018 encerra em Chapecó com êxito em negócios e visitação

Nome Categoria (14)
EXPOMEAT 2019 BOLETIM INFORMATIVO 14/09 - MERCOAGRO CHAPECÓ 2018 Mercoagro 2018 encerra em Chapecó com êxito em negócios e visitação Com todas as metas atingidas – especialmente as...

BOLETIM INFORMATIVO 14/09 - MERCOAGRO CHAPECÓ 2018

Mercoagro 2018 encerra em Chapecó com êxito em negócios e visitação

Com todas as metas atingidas – especialmente as variáveis de público comprador e volume de negócios prospectados ou fechados – encerrou nesta sexta-feira em Chapecó a décima-segunda edição da Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne). O número de visitantes-compradores ultrapassou 17.000 e as negociações fechadas foram estimadas em 350 milhões de reais. Classificada como a maior do setor na América Latina, a feira foi organizada pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) no Parque de Exposições Tancredo Neves, na cidade-polo do grande oeste catarinense.

“A expressiva venda de bens de produção registrada na Mercoagro indica que os empresários da indústria estão dispostos a investir e que o País pode sair rapidamente da crise”, analisa o presidente da ACIC Cidnei Luiz Barozzi. O dirigente observa que essa leitura está, em grande parte, condicionada ao resultado do processo político-eleitoral.

Depois de festejar o “consistente sucesso da feira”, Barozzi assinala que o agronegócio e a agroindústria da carne vão puxar a retomada do crescimento. Destacou que no quarto ano em que a crise econômica assola vastas áreas da atividade, a Mercoagro apresenta-se com vitalidade ímpar. “Não apenas porque todos os espaços se esgotaram, mas, essencialmente, porque esse evento traduz a ação, o dinamismo e o arrojo de uma das maiores e mais complexas cadeias produtivas da economia brasileira, com a presença dos principais atores do mercado”, realça.

O diretor de feiras da ACIC e presidente da Mercoagro 2018, Bento Zanoni, proclamou que essa “foi a melhor edição de toda a série histórica”. Para ele, as empresas de processamento da carne sabem que a feira tornou-se o grande ponto de encontro do setor para troca de experiências e gestão, abertura de mercado, lançamento de novos produtos, apresentação dos avanços em robotização e automação industrial, além da transmissão de conhecimentos com seminários científicos. “É um evento essencial na preparação de pessoas para compreender e atender os novos desafios, conquistar novos mercados e manter os atuais”, expõe.

Para o coordenador operacional Nadir Cervelin, “a feira confirmou sua vocação como celeiro de bons negócios do setor”.

Como reflexo dos resultados positivos, 80% dos expositores renovaram pedido para expor na 13ª edição, em setembro de 2020, de acordo com levantamento da Enterprise, empresa contratada para comercializar os espaços aos expositores. “Os empresários renovaram contratos porque a feira atingiu plenamente o objetivo de vendas”, mostra a diretora Maria Antônia Ferreira.

A feira contribuiu com a criação de aproximadamente 3.000 empregos temporários e injetou R$ 14 milhões na economia local e regional. Reuniu 198 expositores (em 15.000 metros quadrados de área) que representaram 250 marcas com presença de empresas da Alemanha, Argentina, Áustria, Bolívia, Chile, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Paraguai, Uruguai, França, Islândia, entre outros países. Recebeu visitantes de 16 países.

Durante a Mercoagro, empresas fornecedoras dos mais diversos setores da indústria mundial da carne apresentaram suas inovações, entre eles refrigeração, automação industrial, ingredientes e aditivos, embalagens, transporte e armazenagem, equipamentos e acessórios. Também participaram da exposição fabricantes de máquinas, equipamentos, implementos, insumos e instalações para todas as etapas do processo industrial, desde o abate até o embalamento, congelamento, higiene, segurança e análise de processos.

Créditos: Júnior - UQ Design

FATOR ESSENCIAL

A conjugação de vários fatores torna CHAPECÓ o lugar ideal para a realização de uma das maiores feiras do mundo na área da indústria da carne. Este município polariza uma vasta região formada por mais de 400 municípios onde operam milhares de pequenas, médias e grandes unidades industriais de processamento de frangos, suínos e bovinos do sul. Nessa área frutifica uma malha de indústrias de bens de produção que oferecem as máquinas e equipamentos necessários para construção e instalação de unidades frigoríficas. Chapecó é um dos principais polos tecnológicos de industrialização de carnes do planeta, situada em uma região com grande concentração de frigoríficos.

As modernas indústrias avícolas e suinícolas tiveram origem no oeste catarinense e se tornaram modelo de produção ou de industrialização. A região é responsável pelos itens de maior movimento econômico na pauta de exportações de Santa Catarina e do sul do Brasil. Aqui estão situadas as sedes dos maiores grupos produtores de carnes do País.

Por outro lado, a cidade de Chapecó ostenta uma completa infraestrutura para realização de eventos, como rede hoteleira, centro de eventos, aeroporto com linhas aéreas regulares, restaurantes e uma rede de empresas de assessoria e suporte a congressos técnicos.

Créditos: Júnior - UQ Design

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

Uma extensa programação paralela de eventos técnicos e científicos apresentou novidades e tendências do mercado mundial de carnes. Essa programação paralela foi coordenada pelo Senai Chapecó, Sebrae/SC e BRDE. Integraram a programação o 12º Seminário Internacional de Industrialização da Carne, o Salão de Inovação, a Clínica Tecnológica e o Laboratório Experimental, coordenados pelo Senai. Também fizeram parte o Mercoshow, o Painel Classificados Mercoagro, o Mercoagro On Business e o Painel Relacionamentos de Negócios. A Sessão de Negócios e os Painéis de Oportunidades estiveram sob coordenação do Sebrae/SC.

Acic renova contrato com Enterprise para venda da Mercoagro 2020

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) renovou contrato com a Enterprise Feiras e Eventos para a venda da 13ª edição da Mercoagro – Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne – programada para setembro de 2020, em Chapecó.

O contrato foi firmado nesta semana, durante a Mercoagro 2018, no Parque de Exposições Tancredo Neves, pelo presidente da ACIC Cidnei Luiz Barozzi, pelo presidente da feira Bento Zanoni e pela empresária Maria Antônia Siqueira Ferreira, diretora da Enterprise.

Barozzi destacou que parte do sucesso da expo-feira é resultado da produtiva cooperação entre ACIC, Enterprise, Administração Municipal, empresários e entidades parceiras. “Na próxima edição teremos, novamente, a participação da empresária Maria Antônia, uma das maiores especialistas em eventos técnicos do setor de carnes.”

A diretora da Enterprise destacou que o sucesso da expo-feira deste ano facilitou a venda da edição de 2020. O público previsto de 15 mil compradores foi ultrapassado e as previsões de negócios se aproximam da meta de 160 milhões. O balanço final será divulgado amanhã. Essa situação estimulou os expositores e cerca de 80% já assinaram contrato para retornar na próxima Mercoagro.

Empresa apresenta soluções inovadoras para a indústria de aves

A MarelPoultry participa da Feira Internacional de Negócios, Processamento e Internacionalização da Carne – Mercoagro desde a primeira edição. A multinacional holandesa que possui escritório e fábrica em Piracicaba (SP), trouxe neste ano duas inovações para a feira. O evento segue até esta sexta-feira (14), no Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves, em Chapecó.

Entre as soluções apresentadas pela MarelPoutry na Mercoagro 2018 está o novo sistema AMF-i com foco para a filetagem de peito de frango – tecnologia de computador que visa definir e aumentar o sistema inteligente de medição para ampliar o rendimento. O sistema possibilita alcançar o equilíbrio certo, principalmente por sua capacidade de fornecer produtos finais de qualidade com alto rendimento constante e baixo consumo de mão de obra. Veja mais!

Laboratório Experimental reúne teoria e prática na programação da Mercoagro

O Laboratório Experimental foi uma das programações científicas oferecida de forma gratuita aos visitantes e expositores durante a Mercoagro 2018 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne). Foram realizados dois treinamentos com conteúdo teórico e prático, utilizando laboratórios e plantas piloto do Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas. “O objetivo foi reunir conhecimentos teórico e prático e direcionar ao público interessado em cada tema, com atividades e informações diferenciadas, além de oferecer equipamentos e suporte técnico para a fabricação de produtos”, destaca o diretor regional Oeste do Senai, Almeri Dedonatto.

No primeiro dia de feira, o público participou de um momento teórico e prático com o tema “Automação Analítica para Análise de Alimentos”, com a Pensalab, empresa de instrumentação analítica. O evento foi direcionado a assuntos como análises de nitrogênio via Kjedahl e Dumas, extração de gordura por Soxhlet, hidrólise ácida e análise de fibras. Confira aqui!

Mercoagro 2018 tem espaços para divulgação e troca de contatos

Incentivar contatos, proximidade e divulgação está entre os objetivos da Mercoagro 2018 - Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne. Para isso, além dos estandes das empresas, a feira tem espaços específicos para favorecer o contato entre os expositores e também com os visitantes. Um destes pontos é o Painel de Classificados. Ele funciona no evento, pela primeira vez, por meio da TV Mercoagro, em uma parceria com a Rede TV BOX.

Diversos televisores espalhados pelos pavilhões divulgam em tempo real informações, ofertas, parcerias e demandas de compra e venda das empresas expositoras. Segundo o gerente do projeto Mercoagro 2018, Nadir José Cervelin, esta é uma oportunidade diferenciada de geração de negócios, tanto para o expositor que deseja expandir a marca, produtos e serviços por toda a Mercoagro, quanto para o público. “Além dos expositores, o público passa a ter informações sobre as empresas durante toda a visitação”, reforça. 

Empresa holandesa lança nova geração de equipamentos na Mercoagro 2018

A Foodmate, empresa holandesa presente no Brasil há dois anos, apresentou, nesta semana, na Feira Internacional de Negócios, Processamento e Internacionalização da Carne – Mercoagro 2018 a Ultimate Desossadora de Pernas. O lançamento marca a introdução de uma nova geração de equipamentos para desossa de aves, combinando a mecânica durável com a tecnologia de ponta em automatização, o que assegura elevados rendimentos.

O diretor Antonino Mascarenhas realça que já foram comercializadas mais de 60 unidades do produto no mundo. Países como Coréia, Estados Unidos e Holanda já lideram a lista de clientes que adquiram o equipamento que tem capacidade de desossa de 6.000 pernas por hora. “É um produto que traz inteligência, eficiência e precisão o processo de desossa de pernas inteiras”. Confira aqui!

BRDE homenageia entidades e empresas parceiras durante a Mercoagro

Entre 2013 e 2017, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), investiu R$ 14,8 bilhões nos três estados do Sul. Santa Catarina recebeu 33% desses recursos, num total de R$ 4,85 bilhões. Desse valor, a região Oeste obteve a maior parcela: 35%, totalizando R$ 1,7 bilhão. Os dados foram apresentados em workshop do superintendente da agência do BRDE em Santa Catarina, Nelson Ronnie dos Santos, durante a programação da Mercoagro On Business, na Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne), que encerra nesta sexta-feira (14), em Chapecó.

O evento é desenvolvido durante a feira pelo BRDE e pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) para trazer informações sobre tendências e fontes de financiamento para a inovação disponíveis para expositores e visitantes da Mercoagro. Santos apresentou as linhas de financiamento à inovação disponibilizadas pelo banco e enfatizou a importância das parcerias para criar programas de incentivo que atenda as necessidades das empresas.

Bremil lança produtos vegetarianos na Mercoagro 2018

Seguindo a tendência mundial de produtos mais saudáveis e vegetarianos, a Bremil, empresa gaúcha de Arroio do Meio, lançou na Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne), que encerra nesta sexta-feira (14), em Chapecó, salsicha, hambúrguer e patê vegetarianos. A base dos produtos é de soja e semente e óleo de girassol. O gerente da área técnica da empresa, Juliano Dallanora, comenta que eles reproduzem praticamente as mesmas características, com textura e aparência de carne, mas são isentos de proteína animal.

A Bremil possui uma linha completa para o desenvolvimento de produtos vegetarianos, de forma confiável, saudável e saborosa. A intenção é atender um mercado que não para de crescer. Catorze por cento da população brasileira se declara vegetariano, o equivalente a 30 milhões de pessoas, e 55% dos brasileiros demonstram interesse em consumir produtos vegetarianos se tivessem indicados na embalagem. A população vegetariana aumentou 75% em comparação a dados de 2012. Além disso, pequenas empresas do setor de alimentação vegetariana têm um crescimento médio de 40% ao ano. “O mercado vegetariano é mais que tendência, é realidade”, realça Dallanora. Veja mais!

Missão do Paraguai apresenta oportunidades de Naranjal em Chapecó

O prefeito de Naranjal (Paraguai) Edoard Schaffrath e representantes da Cooperativa Agropecuária COPRONAR participaram nesta sexta-feira (14) de uma reunião que ocorreu paralelamente à 12ª edição da Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne). O encontro, organizado pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e SEBRAE/SC, reuniu lideranças empresarias e contou com a presença do prefeito de Chapecó e presidente do Bloco Regional de Intendentes, Prefeitos, Alcaldes e Empresários do Mercosul (Bripaem), Luciano Buligon.

Durante o evento foram apresentadas as oportunidades de negócios do município de Naranjal, fundado há 28 anos e que está em franco desenvolvimento. Segundo Edoard Schaffrath, empresas, indústrias e pessoas estão encontrando nova forma de investir, trabalhar e buscar o desenvolvimento conectados às oportunidades, resultados e qualidade de vida. Naranjal fica no alto Paraná, há 83 km de Cidade Del Leste e há pouco mais de 100 km da fronteira com o Brasil. A região está se tonando novo polo de desenvolvimento da América do Sul e a população, formada por pouco mais de 10 mil habitantes, já colhe os resultados de sua localização estratégica. Confira!

Empresários conhecem potenciais de desenvolvimento do Paraguai

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e o COMEX de Chapecó com apoio do COMEX de Concórdia, promoveram nesta sexta-feira (14), reunião com representantes de uma missão paraguaia que apresentou os potenciais do País e também as oportunidades do município de Naranjal. O evento, que reuniu empresários e lideranças de entidades locais, fez parte da programação da 12ª edição da Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne).

A programação contou com apresentação de oportunidades do Paraguai conduzida pelo diretor de promoção de investimentos da Rede de Investimentos e Exportações do País (Rediex), Carlos Paredes Astigarraga, que destacou o desenvolvimento expressivo de vários setores nos últimos anos. Explicou as razões pela qual vale a pena investir no Paraguai, mencionando a população jovem, economia forte, facilidade de acesso a mercados, entre outros.

Workshop sobre o papel da associação de classe na inovação encerra a Mercoagro On Business

A tecnologia e a inovação estiveram presentes na Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne) em todos os estandes e eventos científicos, sendo um dos principais pilares da feira. Para trazer informações aos expositores e visitantes sobre como impulsionar o setor de tecnologia, o presidente da Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec), André Telöcken, palestrou, nesta sexta-feira (14), sobre o tema “O papel da associação de classe na inovação” durante a programação da Mercoagro On Business, iniciativa conjunta do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC).

Com faturamento estimado de R$ 11,4 bilhões, o setor tecnológico de Santa Catarina já representa aproximadamente 5% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado. São 2,9 mil empresas de tecnologia da informação (TI), com cerca de 5,3 mil sócios empreendedores e mais de 47 mil funcionários, conforme pesquisa desenvolvida pela Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) em parceria com a Neoway. No ranking de crescimento por regiões catarinenses, o Oeste foi a segunda que mais cresceu (9,6%), atrás somente da região Serrana (11,7%).

Veja também

Volume de exportações de frango cresce 6% em julho; carne suína sobe 10% em receita04/08/17 A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgou na quarta-feira (2) que as exportações brasileiras de carne de frango totalizaram 385 mil toneladas em julho, número que supera em 6,2% o total embarcado no mesmo período do ano passado, com 362,4 mil toneladas. Segundo a entidade, trata-se do "primeiro saldo mensal positivo desde os equívocos......

Voltar para Notícias (pt)