Notícias

Postado em 30 de Abril às 15h41

Minerva vê busca por cortes mais baratos no Brasil, crescimento de exportações para EUA

EXPOMEAT 2019 Consumidores brasileiros estão optando por cortes de carne bovina mais baratos em meio à crise causada pela pandemia do novo coronavírus, disse o presidente da Minerva Foods, Fernando Galletti de Queiroz, em...

Consumidores brasileiros estão optando por cortes de carne bovina mais baratos em meio à crise causada pela pandemia do novo coronavírus, disse o presidente da Minerva Foods, Fernando Galletti de Queiroz, em teleconferência com analistas.

“No mercado local, a gente acha que vai ter uma mudança de hábitos e a tendência de procura por cortes mais baratos vai prevalecer”, disse Queiroz citando o impacto do desemprego e redução da renda da população no consumo.

Queiroz também espera aumento da demanda por carne bovina pelos EUA diante da redução na produção do país norte-americano.

Diversas plantas de carnes nos EUA fecharam por impacto de casos do coronavírus entre funcionários, reduzindo a oferta para atendimento da demanda local. Na terça-feira (28), o presidente Donald Trump determinou que plantas de processamento de carnes no país deverão permanecer abertas para evitar risco de desabastecimento.

Queiroz disse que a Minerva está embarcando carne para os EUA a partir do Brasil, Argentina e Uruguai.

“Os EUA são um mercado que vai ter, sim, necessidade de importação..não só pela redução do abate, mas pelo decréscimo da exportação da Austrália para lá”, disse ele.

A forte demanda externa, principalmente a asiática, colaborou para os resultados da Minerva no primeiro trimestre, quando a companhia registrou um lucro de R$ 271 milhões, revertendo prejuízo registrado no mesmo período do ano passado. A desvalorização do real frente ao dólar e maiores preços também favoreceram o resultado.

“Vamos estar mais e mais focados na exportação, mas mantendo o comprometimento com o mercado interno”, disse o presidente da companhia.

Fonte: Carnetec

Veja também

Filipinas reabre mercado para carnes do Brasil30/11/17 O mercado das Filipinas foi aberto às carnes de frango, suína e bovina do Brasil na sexta-feira (24), segundo informações da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). As vendas de carnes do Brasil para as Filipinas estavam embargadas desde setembro deste ano, sendo que até então 35 mil toneladas de carne de frango e 2 mil toneladas de carne......
Indústria do frango movimenta bilhões na economia brasileira18/01/17Cadeia produtiva gera 3,5 milhões de empregos no Brasil. Produto é a carne mais presente no prato dos brasileiros. A indústria do frango movimenta a economia brasileira e as granjas chegam a faturar R$ 50 bilhões por ano com a produção no país. É a carne mais presente nos pratos dos brasileiros e, ao todo, 158 países......

Voltar para Notícias (pt)