Notícias

Postado em 15 de Março de 2018 às 13h22

Unidade da Seara recebe certificado de compartimentação avícola

EXPOMEAT 2019 A unidade da produtora de carne de frango Seara em Itapiranga (SC) e a de genética do setor de ovos da Hy-Line do Brasil em Nova Granada (SP) receberam na quarta-feira (14) o certificado de compartimentação...

A unidade da produtora de carne de frango Seara em Itapiranga (SC) e a de genética do setor de ovos da Hy-Line do Brasil em Nova Granada (SP) receberam na quarta-feira (14) o certificado de compartimentação emitido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), na sede da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em São Paulo (SP).

A compartimentação constitui a produção em compartimentos, que mapeiam e isolam plantas e estruturas das granjas. Em uma produção estruturada dessa forma, a reação a uma eventual doença ou epidemia é mais rápida e de mais fácil controle, conferindo maior segurança sanitária à cadeia produtiva.

O sistema também evita a suspensão de compras por importadores caso seja verificado problema sanitário em determinado compartimento, já que este está isolado.

“O Brasil é o único grande produtor no mundo a nunca registrar influenza aviária em seu território. É, também, o primeiro a adotar o modelo compartimentado de produção, que permite respostas mais efetivas em situações sanitárias”, disse o presidente da ABPA, Francisco Turra, em nota.

“São vantagens competitivas determinantes no mercado internacional e que devem fazer o país avançar ainda mais como líder mundial das exportações avícolas. Neste momento de incontáveis desafios para o setor, é fundamental lembrar ao mundo que não somos líderes por acaso.”

Granjas produtoras da empresa de genética avícola Cobb-Vantress também já estão certificadas. Unidades de frangos de corte da BRF, em São Lucas do Rio Verde (GO), e da São Salvador Alimentos, além de produtoras de genética da Aviagen e da Hendrix-Genetics estão em fase final de compartimentação.

Na Seara, o projeto de compartimentação está presente em 21 núcleos de granjas de matrizes, dois incubatórios e no frigorífico de Itapiranga, além da fábrica de rações de São Miguel do Oeste e de Itapiranga, em 283 granjas de frangos de corte e três fábricas de maravalha.

“Trata-se de um projeto estratégico para a sustentabilidade de negócios da companhia, uma vez que o compartimento adota procedimentos com elevado nível de biossegurança”, disse o diretor de Agropecuária da Seara, José Antonio Ribas Junior, em nota.

Os projetos de compartimentação da avicultura no Brasil foram iniciados em 2008, com o apoio da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), segundo a ABPA.

Fonte: Carnetec

Veja também

Exportação de carnes e importação de frutas devem incrementar comércio Brasil-Peru29/09/17 O fim de barreiras comerciais em pauta (Mapa/Divulgação) De acordo com o site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em novembro, Brasil e Peru devem estreitar relações comerciais, ampliando a pauta de negociações com a exportação de carne brasileira (destaque para a suína) e importação de frutas......
Os frigoríficos e a busca pelo planejamento ideal (Blog do Celso Ricardo)05/09/17 Em todos os frigoríficos em que trabalhei, as ações e as preocupações sempre vieram depois que a matéria-prima já tinha sido abatida. Os empresários do setor sempre se importaram primeiramente em ver o......
Seara anuncia investimentos e abertura de vagas em MG21/09/17 A Seara Alimentos anunciou na quinta-feira (24) investimentos de R$ 4,5 milhões em sua unidade de Uberaba (MG). Segundo nota da marca da JBS à imprensa, desse total, R$ 3 milhões serão destinados à reforma,......

Voltar para Notícias (pt)