EXPOMEAT
É ADIADA PARA 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 18 de Maio às 18h02

JBS diz que pandemia acelerou tendência de busca por alimentos preparados

Notícias do Setor (652)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal Conheça outras notícias do setor: www.carnetec.com.br O cenário da pandemia, com restrição da...

Conheça outras notícias do setor: www.carnetec.com.br

O cenário da pandemia, com restrição da movimentação das pessoas, resultou no aumento da busca dos consumidores por alimentos preparados, segundo executivos da JBS em teleconferência com analistas na quinta-feira (13).

O presidente das operações da JBS na América do Sul, Wesley Batista Filho, disse que o primeiro trimestre foi positivo para a Seara, apesar dos desafios de aumento nos custos.

“O frango e os alimentos preparados viraram uma ótima opção de consumo. A gente está vendo também uma resiliência grande das nossas inovações e do que a gente lançou de (produtos de alto) valor agregado”, disse Batista Filho.

A nova marca Levíssimo da Seara está entre os produtos bem recebidos pelos consumidores, segundo o executivo.

Ele disse que a Seara conseguiu crescer neste cenário desafiador apoiada na estratégia de valorização das marcas da companhia, com produtos de qualidade.

O aumento nos custos de produção tem sido repassado para os preços dos produtos, mas Batista Filho disse que a Seara também tem conseguido sustentar margens com a melhoria no mix de produção e venda.

A Seara teve um crescimento de 3,2% nos volumes de vendas no mercado brasileiro no primeiro trimestre, na comparação com igual período do ano passado, e de 22,1% nos preços de venda.


 

Veja também

Abates de frangos e suínos batem recorde em 2020, de bovinos cai 8,5%22/03 Os abates brasileiros de frangos e suínos foram recordes em 2020, enquanto os de bovinos caiu pela primeira vez em três anos, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados na semana passada. O Brasil abateu 29,7 milhões de cabeças de gado em 2020, 8,5% a menos que em 2019, apesar de as exportações terem sido recordes no......

Voltar para Notícias (pt)