Notícias

Postado em 12 de Janeiro às 10h51

Cepea vê alta de até 1,57% na demanda doméstica por carne de frango em 2018

EXPOMEAT 2019 A produção de carne de frango brasileira deve crescer 3,34% e a demanda doméstica pode subir entre 1,32% e 1,57% em 2018, segundo cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada...

A produção de carne de frango brasileira deve crescer 3,34% e a demanda doméstica pode subir entre 1,32% e 1,57% em 2018, segundo cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, apresentados nesta semana.

As projeções levam em consideração as estimativas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Banco Central do Brasil (BC) e apontam para aumento da oferta interna do produto.

Considerando o cenário mais conservador, de crescimento de 0,62% da economia no ano, o excedente de carne de frango para exportação teria aumento de 7,4% ante 2017.

“Esse cenário mostra que, novamente, o setor vai depender fortemente das exportações e reforça a necessidade de a avicultura nacional seguir cumprindo os requisitos sanitários exigidos por importantes demandantes internacionais”, informou o Cepea em nota. “Caso todos os excedentes sejam absorvidos pelo mercado internacional, o volume corresponderia a 34,5% da produção nacional.”

Num cenário mais otimista, de crescimento de 2,53% do PIB, os excedentes para exportação teriam crescimento de 6,91%.

A maior demanda esperada pela China pode ajudar a absorver o excedente de carne de frango estimado para o mercado brasileiro neste ano. Além disso, o Brasil tem vantagem competitiva no mercado internacional já que nunca registrou caso de influenza aviária, ao contrário de muitos concorrentes.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) estimou no final de 2017 que as exportações de carne de frango devem crescer entre 1% e 3% em volume em 2018, com recuperação dos níveis de embarques para a União Europeia, de mercados do Oriente Médio e da China. Já a produção deve crescer de 2% a 4%, segundo a entidade.

No mercado doméstico, a recuperação da economia tende a favorecer o crescimento do consumo, segundo os pesquisadores do Cepea, apesar do esperado crescimento nos custos de produção.

Fonte: Carnetec

Veja também

Novos frigoríficos são autorizados a exportar carnes suína e de frango para Cingapura23/12/16 Por Editores de CarneTec Brasil em 22/12/2016 A Agri-Food & Veterinary Authority (AVA), autoridade sanitária de Cingapura, autorizou nesta semana quatro novas unidades frigoríficas produtoras de carne de frango e uma de carne suína do Brasil a exportar para a cidade-estado asiática. No caso de aves, são três plantas do Paraná (duas da JBS e uma da Frangos......
Abate de vacas aumenta e pode atingir pico em fevereiro16/02/17 O abate de vacas aumentou em fevereiro como consequência dos preços mais competitivos e maior oferta de fêmeas em relação aos machos, informou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que prevê......
Exportação de carne de frango soma 416,8 mil toneladas em agosto13/09/17 A superação da marca de 400 mil toneladas, um número considerado relevante pelo setor, havia sido estimada pelo presidente da ABPA, Francisco Turra, durante o Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura (SIAVS) realizado em......

Voltar para Notícias (pt)