Notícias

Postado em 03 de Novembro de 2016 às 19h42

Mundo quer mais frango! Produção deve crescer em 2017 e Brasil sai na frente

As previsões do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) demonstram uma expansão global no consumo de carne de frango em 2017. Segundo os pesquisadores, a estimativa é de aumento de ao menos 1% na produção global.

E o Brasil, segundo a pesquisa, terá forte participação nesse crescimento. A estimativa é que haja um incremento de 3,5% na produção local. A queda na produção chinesa em cerca de 10% abrirá ainda mais espaço para os produtores brasileiros e americanos em embarques internacionais, segundo o estudo.

A pesquisa completa pode ser conferida no arquivo abaixo.

Queda da carne bovina em outubro

Já a demanda de carne bovina caiu em outubro em comparação com o mesmo período do ano passado. O mercado apresentou retração de 23,2% nas exportações, segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Foram exportadas cerca de 83 mil toneladas de carne bovina in natura. O número também é 10% inferior aos envios do mês setembro.

Segundo especialistas da Scot Consultoria, mesmo com advento do final do ano, época de entrada do décimo terceiro na economia, ainda não há sinais de grande evolução no consumo de carne bovina.

Assista a análise.

Veja também

PORTARIA CAT Nº 5518/07/17 PORTARIA CAT Nº 55, DE 07/07/2017 CONCEDE CRÉDITO OUTORGADO PARA ESTABELECIMENTO ABATEDOR E INDUSTRIAL FRIGORÍFICO Portaria CAT nº 55, de 07/07/2017 A Portaria CAT nº 55 dispõe sobre a opção por crédito outorgado em substituição ao aproveitamento de demais créditos nas saídas internas realizadas por estabelecimento......
Indústrias da carne priorizam segurança e saúde16/03/17 Ampliar permanentemente as condições de segurança e saúde dos trabalhadores dos frigoríficos é prioridade da indústria de processamento de carne. O compromisso foi enfatizado nesta semana, em Chapecó,......
Marel concorda em adquirir a Sulmaq28/07/17 É com prazer que a Marel anuncia que concordou em adquirir a Sulmaq. O objetivo é fortalecer a posição da Marel na América do Sul e na América Central e assegurar um melhor acesso a um grande e crescente mercado de......

Voltar para Notícias (pt)