EXPOMEAT
É ADIADA PARA 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 22 de Março às 17h31

Israel cria bife impresso em 3D com células de laboratório

Releases da Feira (170)Notícias do Setor (642)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A startup israelense Alef Farms desenvolveu o primeiro bife de carne produzido através de “bioprinting” tridimensional a partir...

A startup israelense Alef Farms desenvolveu o primeiro bife de carne produzido através de “bioprinting” tridimensional a partir de células de vacas cultivadas em laboratório. A mesma agtech já havia lançado, em 2018, seu primeiro bife artificial, mas prometeu que no futuro ele teria “aparência, forma e textura de cortes reais de carne”, de acordo com o portal BioEconomia.

Depois de uma parceria com a empresa russa 3D Bioprinting Solutions, a Alef propôs criar carne bovina baseada em células na Estação Espacial Internacional, demonstrando que esta poderia ser uma fonte de alimento viável para missões espaciais de longo prazo. No final do ano de 2020, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu se tornou o primeiro chefe de estado a provar carne de base celular.

O desenvolvimento foi apoiado pela Faculdade de Engenharia Biomédica do Instituto de Tecnologia de Israel, Technion. A tecnologia de bioimpressão 3D Aleph Farms consiste em imprimir células vivas reais que são incubadas para crescer, se diferenciar e interagir, a fim de adquirir a textura e as qualidades de um corte real. Um sistema patenteado, semelhante à vascularização que ocorre naturalmente nos tecidos, permitindo a perfusão dos nutrientes pelo tecido mais espesso e dando à carne forma e estrutura semelhantes à sua forma nativa que se encontra no gado antes e durante o cozimento.

“Este desenvolvimento reflete uma expressão artística da experiência científica de nossa equipe. Tenho a sorte de trabalhar com algumas das melhores pessoas neste setor. Reconhecemos que alguns consumidores desejam cortes de carne mais grossos e gordurosos. Essa conquista representa nosso compromisso em satisfazer as preferências e papilas gustativas exclusivas de nossos consumidores, e continuaremos a diversificar progressivamente nossa oferta”, comentou com entusiasmo Didier Toubia, co-fundador e CEO da Aleph Farms.

“O bife de costela cultivado em Alef é mais grosso do que o primeiro produto da empresa – um bife de corte fino. Ele incorpora músculo e gordura semelhantes à sua contraparte abatida e tem os mesmos atributos organolépticos de um delicioso bife tenro e suculento que você compra no açougue”, afirma o BioEconomia.

“Com a conquista deste marco, quebramos as barreiras para introduzir novos níveis de variedade nos cortes de carne cultivados que podemos produzir agora. Ao olharmos para o futuro da bioimpressão 3D, as oportunidades são infinitas”, disse o professor da Technion Shulamit Levenberg, cofundador da Aleph, consultor científico sênior e uma das principais capacidades intelectuais da empresa.

Fonte: Agrolink

Foto: Divulgação Aleph

Veja também

ABPA projeta alta na produção de carne de frango e de carne suína em 202021/07/20 A produção brasileira de carne de frango deverá crescer entre 3% e 4% em 2020, alcançando o total de 13,7 milhões de toneladas neste ano, projeta a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Os números foram apresentados hoje em coletiva de imprensa virtual, com participação de jornalistas de diversos estados. As......
Prateleiras para câmara Fria – Versus do Brasil09/06 A Versus do Brasil, industria 100% Brasileira tem mais de 20 anos de experiência. Sediada em São Paulo levando aos seus clientes inovação, praticidade e segurança. Nossas prateleiras modulares não tem a......

Voltar para Notícias (pt)