09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 05 de Março de 2020 às 15h13

Mapa diz que EUA reabrem mercado para carne bovina in natura do Brasil

Notícias do Setor (571)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal Frigoríficos brasileiros poderão retomar as vendas de carne bovina in natura para os Estados Unidos, após autoridades...

Frigoríficos brasileiros poderão retomar as vendas de carne bovina in natura para os Estados Unidos, após autoridades norte-americanas autorizarem a abertura de mercado, informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Hoje, recebemos com muita satisfação uma notícia esperada há muito tempo: a reabertura do mercado de carne bovina in natura do Brasil para os Estados Unidos”, disse a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em nota.

A reabertura de mercado foi autorizada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) e pelo Serviço de Inspeção e Inocuidade Alimentar (FSIS), também dos EUA, em comunicado enviado ao Mapa.

“O FSIS disse que o Brasil corrigiu os problemas sistêmicos que levaram à suspensão e está restabelecendo a elegibilidade das exportações de carne bovina in natura para os Estados Unidos a partir de hoje”, disse o Mapa.

“Além disso, o FSIS encerrará os casos pendentes de violação de pontos de entrada associados à suspensão de 2017.”

Os EUA suspenderam as compras de carne bovina in natura brasileira em junho de 2017, alegando “preocupações recorrentes” com a segurança sanitária dos produtos destinados ao mercado americano. As reações (abscessos) provocadas na carne pela vacina contra febre aftosa no rebanho foram um dos motivos para a suspensão, segundo o Mapa.

Antes do envio da primeira remessa de carne bovina in natura para os EUA, o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal do Mapa (Dipoa) deve enviar uma lista atualizada de estabelecimentos elegíveis certificados.

Fonte: Carnetec

Veja também

Ano deve ser positivo para pecuária, diz especialista12/01 De acordo com Sérgio Ribas Moreira, diretor comercial do Serviço Brasileiro de Certificações (SBC), os dados demonstram a qualidade da carne brasileira e a confiança dos mercados internacionais no nosso produto e, com isso, esse ano de 2021 deve ser bastante positivo para o setor brasileiro. “A conta foi muito positiva para o produtor e frigorífico exportador. Hoje,......
Cocamar inicia programa de carne bovina precoce premium05/10/20 A paranaense Cocamar Cooperativa Agroindustrial iniciou em setembro um programa experimental para produção de carne bovina precoce premium que inclui produtores cooperados e parceria com o frigorífico Argus, de São José dos......

Voltar para Notícias (pt)