Notícias

Postado em 23 de Junho de 2018 às 12h42

Abate de suínos e bovinos sobe no 1º tri; de frangos cai

EXPOMEAT 2019 Os abates de bovinos e suínos no Brasil cresceram no primeiro trimestre do ano, ante o mesmo período do ano passado, enquanto o abate de frangos teve queda, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de...

Os abates de bovinos e suínos no Brasil cresceram no primeiro trimestre do ano, ante o mesmo período do ano passado, enquanto o abate de frangos teve queda, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na quinta-feira (14).

O abate de suínos teve o maior resultado para um primeiro trimestre desde 1997, quando o IBGE iniciou sua pesquisa, com abate de 10,72 milhões de cabeças. Houve um aumento de 2,3% na comparação com o mesmo período do ano passado e queda de 3,1% ante o quarto trimestre de 2017. Santa Catarina é o líder em abate de suínos do Brasil, responsável por 26,3% do total abatido.

O abate de bovinos subiu 4,4%, na comparação anual, para 7,72 milhões de cabeças. Em relação ao último trimestre de 2017, houve queda de 4,2%. A maior parte dos abates, o equivalente a 15,6% do total, ocorreu no estado de Mato Grosso.

O Brasil abateu 1,48 bilhão de cabeças de frango no primeiro trimestre, queda de 1,2% ante o mesmo período do ano passado e alta de 3,5% em relação ao trimestre imediatamente anterior. O Paraná é o maior estado em abate de frangos, com 31,5% da participação nacional.

Por Anna Flávia Rochas
Fonte: Carnetec

Veja também

Pescado está entre os itens do agronegócio mais importados pelo Brasil em 201627/01/17 O Brasil continua a ser um excelente cliente para os exportadores de pescado mundo afora. Embora os dados do sistema AgroStat (Mapa) compilados pela Seafood Brasil mostrem uma leve diminuição na receita com compras no exterior em 2016 ante o ano anterior (-2%), o volume cresceu 7%. O déficit na balança comercial segue enorme diante do nosso potencial produtivo (US$ 920 milhões......

Voltar para Notícias (pt)