Notícias

Postado em 18 de Dezembro de 2017 às 10h35

ABPA estima alta de 4% a 5% nas exportações de carne suína em 2018

EXPOMEAT 2019 Os volumes de exportações de carne suína brasileira devem crescer entre 4% e 5% em 2018, em comparação com a estimativa para 2017, segundo a Associação Brasileira de Proteína...

Os volumes de exportações de carne suína brasileira devem crescer entre 4% e 5% em 2018, em comparação com a estimativa para 2017, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

O setor brasileiro de carne suína deverá fechar 2017 com queda de 5,4% nos volumes exportados, a 693 mil toneladas. A receita resultante das exportações é estimada em US$ 1,6 bilhão, alta de 9,5% ante 2016.

“Mesmo com embarques em níveis inferiores em relação ao ano anterior, chegar a volumes próximos de 700 mil toneladas foi uma vitória para o setor”, disse o presidente executivo da ABPA, Francisco Turra, em nota divulgada à imprensa na quarta-feira (13).

Elevados estoques chineses de carne suína influenciaram na redução dos volumes comprados por este país.

A ABPA espera que o Brasil resolva o atual embargo russo à carne suína em 2018, com subsequente aumento da demanda influenciado pela realização da Copa do Mundo naquele país.

Para 2018, ainda é esperada a finalização de acordos de certificação sanitária com a Coreia do Sul, para dar início aos embarques de carne suína ao país. O início das vendas ao Peru também é aguardado pelo setor.

Produção e consumo
A produção brasileira de carne suína deve encerrar o ano em 3,76 milhões de toneladas, alta de 0,7% ante 2016. No ano que vem, a produção deve ficar entre 2% e 3% maior que o volume produzido em 2017.

O consumo per capita de carne suína deverá encerrar o ano em 14,7 quilos, uma elevação de 2% em relação ao consumo do ano passado.

Fonte: Carnetec

Veja também

Mapa vai atualizar normas de controle e erradicação do Mal da Vaca Louca04/04 Brasil é classificado com risco insignificante para a doença junto à OIE O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) criou comitê que vai revisar as normas para vigilância, controle, erradicação, certificação e emergência sanitária do Mal da Vaca Louca e todas as formas de Encefalopatias Espongiformes......
ABPA e Abiec dizem que carnes vendidas à Rússia não têm ractopamina23/11/17 A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) afirmaram na terça-feira (21) que as carnes suína e bovina embarcadas para a......
Aurora é homenageada no Prêmio Carne Forte11/05/17 O presidente da Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, foi um dos homenageados na entrega do Prêmio Carne Forte, reconhecimento entregue hoje, dia 9, na solenidade de abertura da Expomeat, em São Paulo (SP). Representado pelo presidente do......

Voltar para Notícias (pt)