Notícias

Postado em 13 de Fevereiro às 10h24

Exportação brasileira de carne suína para China sobe 252% em janeiro

EXPOMEAT 2019 O Brasil exportou 68,5 mil toneladas de carne suína em janeiro, aumento de 41% em relação ao mesmo mês do ano passado, sendo que a China comprou 45% deste total, informou a Associação...

O Brasil exportou 68,5 mil toneladas de carne suína em janeiro, aumento de 41% em relação ao mesmo mês do ano passado, sendo que a China comprou 45% deste total, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A China importou 30,6 mil toneladas de carne suína brasileira no mês passado, uma alta de 252% em relação ao adquirido em janeiro de 2018.

“A demanda chinesa se manteve elevada ao longo do mês de janeiro. É um fator importante no impulso das exportações brasileiras”, disse o presidente da ABPA, Francisco Turra, em nota divulgada na sexta-feira (08).

O faturamento brasileiro com as exportações totais de carne suína em janeiro somou US$ 164,1 milhões, crescimento de 78,9% ano a ano.

Hong Kong elevou as importações de carne suína brasileira em 93% em janeiro e o Vietnã comprou um volume 330% maior, segundo a ABPA.

“Apesar da notável influência chinesa, outros destinos da Ásia e da América do Sul ajudaram a manter a forte alta do resultado mensal, que é o maior saldo histórico já registrado durante o mês de janeiro e acena para um resultado positivo em 2020”, disse o diretor executivo da ABPA, Ricardo Santin.

A ABPA espera que as exportações brasileiras de carne suína fechem 2020 entre 850 mil e 900 mil toneladas.

Analistas do BTG Pactual escreveram em relatório divulgado na semana passada que as exportações de carne suína brasileira em janeiro tiveram “resultados sólidos”, também com aumento nos preços em relação a janeiro de 2019.

As margens (spread) do setor ainda estão 6% acima da média histórica, apesar da queda de 2,5% em relação a dezembro impactada por maiores custos de nutrição, segundo o BTG.

Fonte: Carnetec

Veja também

Exportações do setor agropecuário registram aumento de 17,5% no primeiro quadrimestre de 202006/05 As vendas externas da agropecuária brasileira tiveram um crescimento de 17,5% pela média diária nos quatro primeiros meses do ano, comparando com igual período do ano anterior. Apesar da pandemia do Novo Coronavírus, o trabalho de abertura de mercado para os produtos agropecuários brasileiros continua trazendo bons resultados para o país. Houve aumento das......
Marfrig rastreará gado de abate28/07 A fim de auxiliar na contenção do desmatamento na Amazônia, a Marfrig Global Foods anunciou um compromisso para rastrear a origem de todo o gado abatido, desde a criação do bezerro. A iniciativa Marfrig Verde+ tem como meta......
Exportações de peixe de cultivo crescem 32,8%14/05 Ao ganhar cada vez mais força no mercado interno e externo, a piscicultura brasileira tem apresentado bom desempenho nas exportações. Segundo dados da Comex e do Ministério da Economia, o primeiro trimestre de 2020 foi marcado pelo......

Voltar para Notícias (pt)