Notícias

Postado em 17 de Abril de 2018 às 08h49

Exportação de carne bovina sobe 19% no 1º trimestre, China lidera compras

EXPOMEAT 2019 As vendas de carne bovina brasileira para o exterior tiveram um aumento de 19% em volume e 21% em receita no primeiro trimestre, em relacão ao mesmo período do ano passado, enquanto a China segue elevando suas compras...

As vendas de carne bovina brasileira para o exterior tiveram um aumento de 19% em volume e 21% em receita no primeiro trimestre, em relacão ao mesmo período do ano passado, enquanto a China segue elevando suas compras e apesar do embargo russo, informou a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) na quinta-feira (12).

O volume de exportações de carne bovina no primeiro trimestre foi de 393,1 mil toneladas, o equivalente a US$ 1,6 bilhão em receita para as empresas exportadoras. No mesmo período do ano passado, as vendas externas de carne bovina brasileira tinham somado 331,2 mil toneladas e US$ 1,3 bilhão.

A China comprou 46,1% do volume total de carne bovina exportada pelo Brasil nos três primeiros meses do ano, equivalente a 171,4 mil toneladas, se consideradas as importações diretas pelo continente e as que entram por Hong Kong.

“Os resultados no mercado internacional hoje constituem importante válvula de escape para compensar a queda nas vendas no mercado interno, que não vem apresentando recuperação desde que foi deflagrada a Operação Carne Fraca da Polícia Federal no início de 2017”, disse a Abrafrigo em nota enviada à imprensa.

A entidade espera que o mercado russo seja reaberto às importações de carne bovina brasileira ainda neste primeiro semestre.

Somente no mês de março, as exportações brasileiras de carne bovina somaram 148,9 mil toneladas, alta de 20% ante março de 2017. Em receita, as vendas totalizaram US$ 590,2 milhões, 21% a mais que no mesmo mês do ano passado.

Além da China, o Egito (47,8 mil toneladas) e o Chile (23,8 mil toneladas) elevaram fortemente as compras do produto brasileiro em março, altas de 219% e 90%, respectivamente, em relação a março de 2017.

Fonte: Carnetec

Veja também

Cooperativas poderão obter o Selo Agro+ Integridade24/01 As cooperativas agropecuárias poderão obter o Selo Agro+ Integridade (edição 2019-2020) para adicionar nas embalagens de seus produtos. Para tanto, basta que participem de uma seleção de identificação daquelas que estão de acordo com as regras do programa. As inscrições começam no dia 1º de fevereiro e vão até 31......
Produção de carne bovina deve crescer 5% em 2018, diz Rabobank23/02/18 A produção brasileira de carne bovina deve crescer 5% em 2018, na comparação com o ano passado, e exceder 9,8 milhões de toneladas, impulsionada pelo aumento de vacas abatidas, segundo relatório divulgado pelo......

Voltar para Notícias (pt)