Notícias

Postado em 18 de Dezembro de 2017 às 10h25

Exportação de carne de frango deve cair 1,5% em 2017, subir até 3% em 2018

EXPOMEAT 2019 O volume de exportações brasileiras de carne de frango deve cair 1,48% neste ano, segundo estimativas da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgadas à imprensa na...

O volume de exportações brasileiras de carne de frango deve cair 1,48% neste ano, segundo estimativas da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgadas à imprensa na quarta-feira (13).

A mais recente estimativa é menor que a divulgada no início de 2017, e influenciada pela queda nas vendas relacionada à divulgação da Operação Carne Fraca da Polícia Federal em março, que resultou em algum tipo de sanção temporária às carnes por 77 países importadores.

A ABPA estima que as exportações de carne de frango devam fechar 2017 em 4,32 milhões de toneladas, em comparação com 4,38 milhões de toneladas no ano passado. A receita resultante das exportações em 2017 é estimada em US$ 7,2 bilhões, 6% maior que a registrada em 2016.

Para 2018, a ABPA espera que as exportações de carne de frango cresçam entre 1% e 3% em volume, com recuperação dos níveis de embarques para a União Europeia, de mercados do Oriente Médio e da China.

A ABPA espera ainda que a habilitação de novas plantas frigoríficas para exportação à China influencie positivamente o desempenho dos embarques do setor no ano que vem, assim como a concretização de acordo entre Mercosul e União Europeia e as aberturas do mercado de Taiwan, El Salvador e República Dominicana.

Já a vitória do Brasil no painel da Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a Indonésia tende a impactar os embarques de forma mais significativa somente em 2019.

A indústria de carne de frango brasileira deverá fazer nova tentativa de negociação para a abertura do mercado da Nigéria em 2018, antes de solicitar ao governo o início das consultas para um painel na OMC, segundo a APBA.

Além disso, o Brasil está estruturando sua defesa em relação às investigações chinesas sobre práticas de dumping no setor.

“O setor defende que não há qualquer nexo causal entre as exportações brasileiras ou a eventual situação mercadológica local que leve a esta interpretação. O setor e as indústrias estão mobilizados para clarificar quaisquer questionamentos”, informou a ABPA em nota.

Produção e consumo
Já a produção de carne de frango brasileira deve ficar em 13,06 milhões de toneladas neste ano, uma alta de 1,2% ante 2016. Para 2018, a expectativa é de que a produção de carne de frango brasileira cresça entre 2% e 4% em relação à estimativa para o ano atual.

O consumo per capita doméstico de carne de frango deve fechar 2017 em 42 quilos, alta de 1,8% em relação ao consumo do ano passado.

Fonte: Carnetec

Veja também

FARENZENA analisa sua participação na EXPOMEAT 202107/04 A FARENZENA analisa a sua participação na EXPOMEAT 2021, que acontece entre os dias 21 e 23 de setembro, no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo. A FARENZENA tem 25 anos de atuação no mercado e conta com aproximadamente 10.000 m² de área fabril entre matriz e filial e mais de 100 colaboradores, produzindo diversos produtos nas linhas de......
SC fatura US$ 2,6 bilhões com exportações de carnes em 201722/01/18 Santa Catarina encerra 2017 faturando alto com as exportações de carnes. Ao todo, o estado embarcou mais de 1,34 milhão de toneladas de carnes para cerca de 130 países, gerando uma receita superior a US$ 2,6 bilhões. Os......
Cooperativas catarinenses crescem 36% nos últimos 4 anos02/05/18 Suzin apresenta balanço do cooperativismo em SC (Divulgação) O cooperativismo catarinense – estruturado no campo e na cidade – continua em ascensão e cresceu 36,54% no quadriênio 2014-2017, mantendo uma......

Voltar para Notícias (pt)