Notícias

Postado em 16 de Janeiro às 09h13

Friboi, da JBS, inicia operações em nova planta em Mato Grosso

EXPOMEAT 2019 A Friboi, do grupo JBS, iniciou na quinta-feira (09) as operações de uma nova planta de processamento de carne bovina em Brasnorte (MT), parte da expansão de capacidade que está implementando no...

A Friboi, do grupo JBS, iniciou na quinta-feira (09) as operações de uma nova planta de processamento de carne bovina em Brasnorte (MT), parte da expansão de capacidade que está implementando no país neste ano, informou em comunicado na sexta-feira (10).

A processadora de carne bovina investiu R$ 70 milhões na nova planta, que tem capacidade para processar 500 animais por dia e irá atender inicialmente à demanda no mercado doméstico.

“Continuaremos investindo nos próximos anos em todas as nossas plantas, o que reafirma o compromisso de longo prazo da companhia com o Brasil”, disse o presidente da Friboi, Renato Costa, em comunicado.

Atualmente, a JBS emprega 300 trabalhadores locais na nova fábrica, mas planeja aumentar ainda mais a capacidade de produção no futuro, gerando outros 900 empregos.

A Friboi também iniciará, neste mês e em março, as operações de duas novas linhas de produção de hambúrgueres em Campo Grande (MS), dobrando a capacidade de produção da unidade.

Um segundo turno de trabalho na fábrica de Senador Canedo (GO) começará em fevereiro, com o objetivo de suprir a crescente demanda global por proteína animal.

Ainda em janeiro, a companhia também planeja ativar um túnel contínuo de congelamento em Barra do Garças (MT), visando dar mais agilidade para a operação, além do aumento da capacidade em Mozarlândia (GO).

A JBS disse que os aportes nessas expansões somam R$ 154 milhões.

Fonte: Carnetec

Veja também

Mapa abre consulta pública para normas de abate humanitário; redução do tempo de jejum na mira09/06/18 O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou em seu site na segunda-feira (21) que editou a portaria 62, publicada na sexta-feira no Diário Oficial da União, que abre prazo de 30 dias para consulta pública do regulamento de manejo pré-abate e abate humanitário. A nova regra deverá reduzir o tempo de jejum dos animais, que varia......

Voltar para Notícias (pt)