Notícias

Postado em 01 de Março de 2018 às 12h16

Pif Paf vai investir R$ 100 mi em 2018, quer expandir exportações

A Pif Paf Alimentos, empresa mineira especializada na produção de carne de frango e suína, anunciou recentemente que pretende investir R$ 100 milhões em 2018, impulsionar o desempenho operacional e elevar exportações.

O investimento será focado em sistemas de gestão, desenvolvimento de produtos, armazenagem, automação e industrialização. A companhia informou que pretende aumentar a alavancagem “de forma responsável” e colocar mais máquinas nas linhas de produção, segundo comunicado enviado à imprensa.

A Pif Paf elevou as exportações em 35% no ano passado e pretende continuar ampliando as vendas externas neste ano. A empresa já havia afirmado à CarneTec ao final de 2017 que pretendia dobrar a participação das exportações no faturamento da Pif Paf no futuro.

Em 2017, a empresa iniciou o atendimento ao mercado argentino. A Pif Paf ainda exporta para Cingapura, Rússia, Japão, Hong Kong, Costa do Marfim, Angola, Vietnã, Cuba, Geórgia, Timor Leste, entre outros países. As aves representam 70% das exportações do grupo.

“As exportações nos possibilitam ampliar o leque de clientes. Assim, podemos direcionar, de forma adequada, determinados produtos mais apreciados em mercados específicos que melhor os remuneram”, disse o diretor superintendente da Pif Paf, Paulo Andrade.

Fonte: Carnetec

Veja também

JBS vê até US$30 milhões em sinergias com aquisição da Plumrose nos EUA14/03/17 A JBS S.A. espera ganhos de sinergia de US$25 milhões a US$30 milhões com a aquisição da processadora de carnes Plumrose nos Estados Unidos, disse o CEO global Wesley Batista em teleconferência com analistas na terça-feira (14). “Essa aquisição aumenta a presença da JBS em produtos com marcas de alto valor agregado”, disse Batista.......
Crise de escassez de milho não se repetirá em 201712/01/17Milho suficiente e a preços compatíveis para agroindústrias da carne e para os produtores rurais garante tranquilidade ao agronegócio de SC em 2017 O mercado agrícola catarinense não viverá, neste ano, o drama da escassez acentuada de milho e o encarecimento da produção de carnes que, em 2016, derrubou a rentabilidade das indústrias de processamento de aves e de......

Voltar para Notícias (pt)