Notícias

Postado em 22 de Janeiro de 2018 às 10h40

Seara quer dobrar produção de frango natural em 2018, após alta de 87% nas vendas

EXPOMEAT 2019 A Seara, marca do grupo JBS, elevou o volume de vendas de frangos produzidos sem antibióticos, sem hormônio e sem conservantes em 87% no ano passado, informou a processadora de carnes na segunda-feira (15). A...

A Seara, marca do grupo JBS, elevou o volume de vendas de frangos produzidos sem antibióticos, sem hormônio e sem conservantes em 87% no ano passado, informou a processadora de carnes na segunda-feira (15).

A Seara espera dobrar a produção de itens com frango natural em 2018 e está aumentando o número de plantas aptas a produzir estes produtos. A empresa habilitou recentemente a unidade de Itapetininga (SP) e pretende habilitar mais uma planta para produzir esse tipo de produto no primeiro trimestre. A unidade em Amparo (SP) já realiza esse tipo de produção.

“Atualmente, cerca de 40% dos consumidores têm como principal driver de compra a saudabilidade do alimento, no qual os frangos naturais têm um destaque ainda maior”, disse o diretor executivo de In Natura para Mercado Interno da Seara, Ivan Siqueira, em nota.

“O Brasil é um mercado com grande potencial para este nicho de produto e que vem registrando altas taxas de crescimento. Quando comparamos dezembro de 2017 ao mesmo mês de 2016, por exemplo, registramos um aumento de 118% na produção e de 212% nas vendas.”

O frango natural é vendido por meio da marca Seara DaGranja, lançada pela JBS em 2015. A marca tem uma linha de 18 produtos, incluindo frangos inteiros, cortes de bandeja, produtos congelados e pratos prontos. Em 2017, a Seara lançou a linha Seara DaGranja Turma da Mônica, com cortes feitos no tamanho adequado para crianças, vendidos em embalagens de 600 gramas.

Fonte: Carnetec

Veja também

JBS inicia construção de fábrica de fertilizantes em SP, usará resíduos orgânicos gerados nas unidades14/07 A JBS Novos Negócios informou que deu início à construção de sua fábrica de fertilizantes em Guaiçara, no interior do estado de São Paulo. Com investimento de R$ 91 milhões, a obra vai gerar 450 postos de trabalho. A planta terá 51 mil m² e 150 colaboradores diretos quando estiver em operação, o que deve ocorrer dentro de um......
Cresce porcentagem de abate na pecuária em 201927/12/19 Em novo levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no 3º trimestre de 2019, os números referentes ao abate de proteína animal cresceram em relação ao mesmo período de......
ABRA torna-se membro efetivo da Câmara Setorial de Pescado18/12/19 BRASÍLIA – Aconteceu no dia 10/12, a 8ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Produção e Indústria de Pescados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A ABRA......

Voltar para Notícias (pt)