21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 14 de Maio às 15h39

BRF compra fábrica de alimentos processados na Arábia Saudita

Notícias do Setor (228)
EXPOMEAT 2021 A BRF fechou a compra de uma fábrica de cortes empanados, marinados e hambúrgueres na Arábia Saudita por US$ 8 milhões, informou a empresa em comunicado. A planta adquirida é a Joody Al...

A BRF fechou a compra de uma fábrica de cortes empanados, marinados e hambúrgueres na Arábia Saudita por US$ 8 milhões, informou a empresa em comunicado.

A planta adquirida é a Joody Al Shariya Food Production Factory, localizada em Damman, com capacidade de produzir 3,6 mil toneladas de alimentos por ano.

A BRF disse que pretende expandir a capacidade de produção da unidade para 18 mil toneladas ao ano, aumentando a participação no mercado saudita e ampliando o portfólio de produtos de maior valor agregado. A companhia não informou data para completar essa expansão.

“Estamos presentes na Arábia Saudita desde o início da década de 70 e este investimento reforça nosso compromisso de longo prazo e a importância estratégica das nossas operações no país, estabelecendo produção local, com um mix de maior valor agregado”, disse o presidente global da BRF, Lorival Luz, em comunicado.

A conclusão da operação está sujeita ao cumprimento de condições precedentes, incluindo a aprovação por autoridades regulatórias da Arábia Saudita.

A BRF informou que a aquisição da fábrica não afeta o seu plano de investir US$ 120 milhões em uma nova planta de alimentos processados na Arábia Saudita, conforme o memorando de entendimentos assinado com a Saudi Arabian Investment Authority em outubro do ano passado.

“O desenvolvimento desse projeto está atualmente em sua fase de especificação técnica e modelagem financeira”, disse a empresa.

Fonte: Carnetec

Veja também

Exportações catarinenses de carne suína para China crescem 116% no ano13/03 Desde o início do ano, Santa Catarina enviou 38,6 mil toneladas de carne suína para a China, um crescimento de 116,4% em relação ao primeiro bimestre de 2019, informou a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de SC na sexta-feira (06). China e Hong Kong responderam por 68,2% das receitas catarinenses com exportação de carne suína......
Marfrig rastreará gado de abate28/07 A fim de auxiliar na contenção do desmatamento na Amazônia, a Marfrig Global Foods anunciou um compromisso para rastrear a origem de todo o gado abatido, desde a criação do bezerro. A iniciativa Marfrig Verde+ tem como meta......

Voltar para Notícias (pt)