21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 18 de Agosto de 2020 às 11h30

Em dez dias úteis, exportações de suínos atinge 92% da receita e do volume embarcado em agosto/19

Notícias do Setor (435)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, as exportações de carne...

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, as exportações de carne suína seguem em ritmo acelerado. Nos primeiros dez dias úteis de agosto, tanto a arrecadação quanto o volume embarcado atingiram em torno de 92% do total alcançado em todo o mês de agosto do ano passado.

O analista de mercado da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, afirma que o momento é de fazer lucros, buscando recuperar o rombo dos meses de abril,maio e junho deste ano. "A carcaça suína já ultrapassou os R$ 10/kg (recorde histórico), o suíno vivo tambem já ultrapassando os R$ 7,20/kg em São Paulo dá alivio após a crise", disse.

O faturamento na primeira semana de agosto com as exportações de carne suína foi de US$ 100.259.377, cerca de 91,88% da receita com a venda do produto em agosto de 2019, que foi de US$ 109.114.071.

As 45.152,852 toneladas exportadas por enquanto representam 92,14% do volume embarcado no mesmo mês do ano passado, 49.003,544 toneladas.

"As exportações, principalmente para a China, têm dado um fôlego absurdo à cadeia suína, e a expectativa é que eles continuem comprando, tanto do Brasil quando dos estados Unidos. Visualizamos algo em torno de 85 a 100 mil toneladas a serem exportadas", afirmou.

A média diária paga pela carne suína exportada no começo deste mês foi de US$ 10.025.937, quantia 102,15% superior ao valor de US$ 4.959.730, praticados no mesmo mês do ano passado.

As toneladas por média diária embarcada suína, 4.515,285 até décimo dia útil do mês, são 102,71% maiores do que as 2.227,433 registradas em agosto de 2019.

Em relação ao preço pago por tonelada, o recuo em agosto está estimado em 0,28%, quando comparados os US$ 2.220.443 praticados atualmente contra os US$ 2.226.656 no mesmo mês do ano passado.

Fonte: Notícias Agrícolas

Veja também

Carne de frango completa o primeiro quadrimestre de 2020 mantendo o 7º lugar na pauta cambial06/05/20 Como apresentou em abril, aproximadamente, o mesmo desempenho do bimestre fevereiro/março, a carne de frango manteve a sétima posição entre os principais produtos exportados pelo Brasil no primeiro quadrimestre de 2020. No período, sua receita – de US$1,961 bilhão, segundo a SECEX/MDIC – correspondeu a 2,89% da receita cambial brasileira, alcançando um......

Voltar para Notícias (pt)