EXPOMEAT
É ADIADA PARA 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 07 de Abril de 2020 às 12h06

Exportação de carne de frango sobe 8,8% no ano, suína cresce 32%

Notícias do Setor (652)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal As exportações de carnes de frango e suína brasileiras continuam a acumular crescimento no ano, considerando os resultados...

As exportações de carnes de frango e suína brasileiras continuam a acumular crescimento no ano, considerando os resultados compilados até março, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Os embarques de carne de frango somam 1,02 milhão de toneladas de janeiro a março, alta de 8,8% em relação ao registrado no mesmo período do ano passado. A receita com os embarques cresceu 6% no mesmo período, a US$ 1,6 bilhão.

Já as exportações de carne suína subiram 32%, a 208 mil toneladas no primeiro trimestre. O faturamento do setor com os embarques somou US$ 485,1 milhões, alta de 62,6%.

“Mesmo com os impactos gerados pelo covid-19, o setor segue desempenhando seu papel estratégico de auxílio à segurança alimentar da população brasileira e de diversas nações em todo o mundo, várias delas que enfrentam neste momento o quadro epidêmico”, disse o presidente da ABPA, Francisco Turra, em nota divulgada pela entidade.

Apenas no mês de março as exportações de carne de frango subiram 2,6%, ano a ano, para 349,5 mil toneladas, gerando receita de US$ 552,5 milhões, queda de 1,7%. Já os embarques de carne suína totalizaram 72,1 mil toneladas em março, alta de 31,5% ano a ano, gerando saldo cambial de US$ 166 milhões, 56,1% maior que o registrado no mesmo mês do ano passado.

Analistas do BTG Pactual disseram em relatório na semana passada que os impactos da covid-19 nas exportações brasileiras de carnes de frango e suína estão limitados até agora, já que os dados das exportações até março mostram elevada demanda internacional.

Fonte: Carnetec

Veja também

PIB Agro para 2021 é revisto de 2,2% para 2,6% pelo Ipea30/06 O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou para cima a nova projeção do valor adicionado do setor agropecuário para 2021. Os dados, divulgados nesta quarta-feira (23), mostram que os pesquisadores revisaram de 2,2% para 2,6% a previsão de crescimento do PIB do setor para este ano, na comparação com 2020, com crescimento de 2,7% para a......
China amplia compra de carne bovina brasileira15/12/20 Ao manter robustez, “China aumenta compras e exportações totais de carne bovina sobem 10% em novembro”, como aponta a Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO). De acordo com a......

Voltar para Notícias (pt)