21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 14 de Maio às 15h59

Exportações de peixe de cultivo crescem 32,8%

Notícias do Setor (228)
EXPOMEAT 2021 Ao ganhar cada vez mais força no mercado interno e externo, a piscicultura brasileira tem apresentado bom desempenho nas exportações. Segundo dados da Comex e do Ministério da Economia, o primeiro...

Ao ganhar cada vez mais força no mercado interno e externo, a piscicultura brasileira tem apresentado bom desempenho nas exportações. Segundo dados da Comex e do Ministério da Economia, o primeiro trimestre de 2020 foi marcado pelo envio de 1.668 toneladas da proteína, volume que representa um aumento de 32,8% em comparação ao mesmo período de 2019.

De acordo com o levantamento, neste período analisado, o mês com maior volume foi março, com 576 toneladas e dentre os produtos de destaque, o filé ficou em primeiro lugar em receita, com US$ 1,764 milhão. “São 258 t de filés, que representam 54% do total exportado, evidenciando a importância desses cortes especiais na balança comercial, o que é ótimo pois têm elevado valor agregado”, explica o presidente executivo da Peixe BR, Francisco Medeiros.

Os Estados Unidos são o principal cliente da piscicultura brasileira, com compras de US$ 1,8 milhão no 1º trimestre de 2020. Em seguida, a China, responsável pela importação de US$ 242 mil. Em volume, os dois países não estão distantes: Os EUA importaram 321 t e a China 284 t, como informou a Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR).

A tilápia continua puxando a exportação, 1.370 t, o que equivale a 83% do total no período. Os estados líderes em exportação de tilápia são Mato Grosso do Sul (515 t), Santa Catarina (341 t) e Paraná (286 t).

Fonte: Peixe BR, adaptado pela equipe feed&food

Veja também

Exportação total de carne bovina brasileira soma 1,1 milhão de toneladas no ano11/08 O Brasil exportou 1,1 milhão de toneladas de carne bovina (in natura e processada) de janeiro a julho, 10% a mais que nos sete primeiros meses de 2019, segundo a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo). A receita subiu 25%, a US$ 4,7 bilhões. Apenas em julho, foram exportadas 194,09 mil toneladas de carne bovina, 17% a mais que no mesmo mês do ano passado.......

Voltar para Notícias (pt)