EXPOMEAT
de 15 a 17 de Março de 2022

Das 14h às 20h
Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 30 de Junho às 11h00

Indústrias de carnes de frango e suína lançam campanha na Coreia do Sul

Notícias do Setor (668)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O governo brasileiro e representantes da indústria exportadora de carnes de frango e suína iniciarão nesta terça-feira...

O governo brasileiro e representantes da indústria exportadora de carnes de frango e suína iniciarão nesta terça-feira (29) uma campanha de imagem focada no mercado consumidor da Coreia do Sul, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na segunda-feira (28).

As indústrias brasileiras de carnes de frango e suína buscam exaltar a qualidade e o status sanitário de seus produtos com a instalação de 362 telas de mobiliário urbano em estações de metrô e terminais de ônibus de Seul, capital sul-coreana.

A companha está sendo lançada pela ABPA em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Embaixada Brasileira em Seul.

A Coreia do Sul é o quarto principal importador mundial de carne suína, com 570 mil toneladas anuais, o equivalente a cerca de US$ 1,38 bilhão, mas o Brasil embarcou apenas 5 mil toneladas deste total.

Atualmente, Santa Catarina é o único estado brasileiro que fornece carne suína à Coreia do Sul. A indústria brasileira busca ampliar esse mercado para exportadores gaúchos e paranaenses, após Rio Grande do Sul e Paraná terem sido reconhecidos como áreas livres de aftosa sem vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

“É preciso ainda um certo tempo até o reconhecimento da Coreia do Sul sobre este status, mas o reconhecimento do país para a certificação da OIE tem potencial de elevar nossa capacidade de fornecimento para estes mercados, gerando oportunidades novas e valiosas para os exportadores brasileiros”, disse o presidente da ABPA, Ricardo Santin, em comunicado.

Rio Grande do Sul é o segundo maior produtor de carne suína do Brasil e Paraná é o terceiro.

No caso da carne de frango, o Brasil já é o maior fornecedor para a Coreia do Sul, responsável por 80% do volume total de carne de frango importada pelo país asiático anualmente.

A campanha brasileira em Seul deverá durar cerca de um mês.

Fonte: Carne Tec

Veja também

Brasil ultrapassa US$ 10 bilhões em exportações de produtos do agronegócio em abril18/05 As exportações do agronegócio brasileiro bateram recorde em abril, ancoradas nas vendas de produtos como soja, carnes (bovina, suína e de frango) e produtos florestais, atingindo a cifra recorde de US$ 13,57 bilhões. O crescimento foi de 39% em relação aos US$ 9,76 bilhões exportados em abril de 2020. Em nenhum mês de abril da série......
A pecuária dá uma aula contra o desperdício29/09/20 Com 99% de aproveitamento, a pecuária brasileira é referência mundial em reciclagem animal e produtividade Um ditado popular avisa que do boi só não se aproveita o berro. Coisa do passado. Hoje, até o berro......

Voltar para Notícias (pt)