09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 08 de Fevereiro às 17h32

Sadia encerra 2020 com 80 lançamentos, entra em novos segmentos

Notícias do Setor (571)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A Sadia, marca de alimentos mais valiosa do Brasil e Top of Mind em 2020, celebra recorde histórico de lançamentos no último...

A Sadia, marca de alimentos mais valiosa do Brasil e Top of Mind em 2020, celebra recorde histórico de lançamentos no último ano, informou a BRF, detentora da marca.

Foram cerca de 80 itens novos adicionados em seu portfólio, que agora estão disponíveis no mercado brasileiro, incluindo orgânicos, vegetais, congelados e ready meals, nichos que a BRF se comprometeu a investir na Visão 2030, que coloca o consumidor no centro das decisões, com uma escuta ativa sobre as novas demandas e tendências do mercado.

“Mesmo em um ano desafiador, a marca entrou em novos segmentos, ampliando o portfólio de congelados e se adequando ao novo comportamento do consumidor. O resultado foi positivo e, para os próximos meses, manteremos este processo inovador acelerado, apresentando novidades que refletem a nossa cultura e trazem alternativas saborosas e de alta qualidade para os consumidores”, disse em nota Marcelo Suárez, diretor de marketing das marcas BRF.

Um grande exemplo das novidades apresentadas pela marca em 2020, além das linhas Sadia Bio e Sadia Orgânico, foi a entrada no segmento de produtos que vão além da proteína animal, com o lançamento da Sadia Veg&Tal – que veio atender o público flexitariano e que busca acompanhamentos saborosos e de qualidade reconhecida.

A Sadia também passou a oferecer três opções do macarrão cremoso mais conhecido como Mac’N Cheese, que fica pronto em apenas cinco minutos no micro-ondas. O item chegou às gôndolas dos supermercados como uma sugestão de prato pronto nos sabores cheddar tradicional, cheddar com bacon e cheddar com calabresa. A novidade fortaleceu ainda mais o portfólio de congelados da BRF, que afirma ser líder da categoria.

Somado às novidades, a Sadia também inovou nas festas de fim de ano e apresentou dez produtos comemorativos. A linha Speciale veio com o peru ao vinho espumante e o pernil com ervas e espumante, além do pernil recheado de chutney de maçã.

A Sadia firmou ainda uma parceria inédita com a Citterio, marca italiana que produz frios especiais seguindo a tradição de mais de 140 anos e apresentou três novidades importadas, produzidas, fatiadas e embaladas nas salumerias italianas: Salame di Milano, Presunto Parma e Presunto San Daniele.

O Presunto Parma e o Presunto San Daniele, por exemplo, chegaram ao consumidor com a Denominação de Origem Protegida (DOP) – certificação da União Europeia que protege o nome de alguns produtos rurais europeus. O selo é dado para itens de reputação conhecida, fabricados em uma região específica e usando técnicas tradicionais.

Na linha Supreme, a marca passou a oferecer aves temperadas na versão Supreme Fácil e tênder de frango. Também foi apresentado o novo sabor de torta tênder cream cheese e alho poró. Além disso, Sadia criou um combinado Veg&Tal para que as empresas pudessem presentear seus colaboradores no fim do ano.

O peito de peru bolinha temperado e sem osso da marca, feito apenas com a parte mais nobre da ave, também chegou ao varejo com embalagens festivas, assim como a lasanha e linguiça toscana Sadia. A linha Miss Daisy se modernizou e trouxe mais três sabores: torta de creme de avelã, goiabada com cream cheese e a edição exclusiva para o Natal que foi a torta mousse de doce de leite com castanha caramelizada.

“Em mais de 80 anos de história, nos dedicamos em atender às demandas dos consumidores. Em 2020, por exemplo, notamos um aumento da procura por alimentos congelados. Por outro lado, também vemos que há quem prefira opções diferenciadas e de origem vegetal. Ou seja, temos capacidade de oferecer produtos saborosos e de alta qualidade para diferentes públicos. Queremos que o consumidor tenha poder de escolha em qualquer ocasião do seu dia”, disse Suárez.


Fonte: Carnetec

Veja também

Governo do Paraná espera alta na produção e exportação de carnes em 202119/01 O Paraná deve elevar sua produção total de carnes em cerca de 5% em 2021, na comparação com 2020, impulsionada pela abertura de novos mercados para exportações esperada para este ano, informou a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. O estado deverá produzir cerca de 6,07 milhões de toneladas de carnes (bovina, suína e de......

Voltar para Notícias (pt)