21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 28 de Julho às 13h35

Abates de frango no Paraná sobem 7,1% no 1º semestre e batem recorde

EXPOMEAT 2021 Frigoríficos no Paraná, maior estado produtor de carne de frango do Brasil, abateram 984,7 milhões de aves no primeiro semestre deste ano, 7,1% acima da produção do mesmo período do ano...

Frigoríficos no Paraná, maior estado produtor de carne de frango do Brasil, abateram 984,7 milhões de aves no primeiro semestre deste ano, 7,1% acima da produção do mesmo período do ano passado e o melhor resultado já alcançado para um semestre, disse o Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar).

As exportações somaram 825,1 mil toneladas de carne de frango no semestre, alta de 4,1% ano a ano.

Da carne de frango produzida no Paraná, 66,4% foram vendidos no mercado interno e 33,6% foram exportados.

Os principais países compradores do produto foram China (177,3 mil toneladas), África do Sul (67,5 mil toneladas) e Emirados Árabes Unidos (58,3 mil toneladas).

O aumento na produção e exportação de carne de frango paranaense ocorreu em momento de combate à pandemia da covid-19, quando unidades tiveram que adequar operações para manter a produção.

O Sindiavipar disse que a indústria avícola paranaense investiu R$ 100 milhões em ações para reduzir o risco da propagação do vírus nas unidades e garantir a produção.

“As empresas estão comprometidas com suas equipes, nas quais o bem-estar de seus integrantes e a manutenção da saúde têm total prioridade”, disse o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins, em nota.

Ele acrescentou que o setor também tem a responsabilidade de entregar alimento de qualidade e em quantidade para abastecer os mercados que dependem da produção.

Fonte: CarneTec
 

Veja também

Resultado da Marfrig deve ser destaque entre frigoríficos no 4º tri13/02 As grandes processadoras de carnes brasileiras devem apresentar fortes resultados do quarto trimestre, com destaque para a Marfrig, segundo analistas do BB Investimentos e do BTG Pactual em recentes relatórios. O aumento da demanda relacionado à peste suína africana colaborou para impulsionar as vendas das processadoras de carnes da América do Sul, principalmente daquelas com foco em......
Exportações de carne de frango sobem 15% em janeiro13/02 O Brasil aumentou o volume de vendas externas de carne de frango em 14,9% em janeiro em relação ao mesmo mês de 2019, com a maior parte dos embarques seguindo para a China, disse a Associação Brasileira de Proteína......

Voltar para Notícias (pt)