09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 18 de Dezembro de 2017 às 10h35

ABPA estima alta de 4% a 5% nas exportações de carne suína em 2018

EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal Os volumes de exportações de carne suína brasileira devem crescer entre 4% e 5% em 2018, em comparação com a...

Os volumes de exportações de carne suína brasileira devem crescer entre 4% e 5% em 2018, em comparação com a estimativa para 2017, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

O setor brasileiro de carne suína deverá fechar 2017 com queda de 5,4% nos volumes exportados, a 693 mil toneladas. A receita resultante das exportações é estimada em US$ 1,6 bilhão, alta de 9,5% ante 2016.

“Mesmo com embarques em níveis inferiores em relação ao ano anterior, chegar a volumes próximos de 700 mil toneladas foi uma vitória para o setor”, disse o presidente executivo da ABPA, Francisco Turra, em nota divulgada à imprensa na quarta-feira (13).

Elevados estoques chineses de carne suína influenciaram na redução dos volumes comprados por este país.

A ABPA espera que o Brasil resolva o atual embargo russo à carne suína em 2018, com subsequente aumento da demanda influenciado pela realização da Copa do Mundo naquele país.

Para 2018, ainda é esperada a finalização de acordos de certificação sanitária com a Coreia do Sul, para dar início aos embarques de carne suína ao país. O início das vendas ao Peru também é aguardado pelo setor.

Produção e consumo
A produção brasileira de carne suína deve encerrar o ano em 3,76 milhões de toneladas, alta de 0,7% ante 2016. No ano que vem, a produção deve ficar entre 2% e 3% maior que o volume produzido em 2017.

O consumo per capita de carne suína deverá encerrar o ano em 14,7 quilos, uma elevação de 2% em relação ao consumo do ano passado.

Fonte: Carnetec

Veja também

Governo projeta crescimento de 6% ao ano do mercado de alimentos com certificação Halal06/07/20 Apesar de já negociar proteínas certificadas como halal para mais de 65 países em três continentes, o Brasil quer ampliar esta fatia. De acordo com Yana Dumaresq, secretária especial adjunta de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, a projeção de crescimento anual deste mercado é de 6%. “Quisera eu que todos os......
Mapa vai contratar 300 fiscais agropecuários e 300 veterinários24/07/17 A falta de pessoal tem impedido a abertura de plantas frigoríficas e o (MAPA) irá contratar 300 auditores fiscais agropecuários e 300 médicos-veterinários para suprir a necessidade Por Anna Flávia Rochas em......

Voltar para Notícias (pt)