Notícias

Postado em 21 de Novembro de 2019 às 14h47

ABRA defende temas de interesse do setor na construção da 1ª Agenda Regulatória da Secretaria de Defesa Agropecuária

EXPOMEAT 2019 Entre os dias 12 e 14 a equipe ABRA participou da oficina que colheu sugestões para a construção da 1ª Agenda Regulatória da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA/MAPA), biênio de...

Entre os dias 12 e 14 a equipe ABRA participou da oficina que colheu sugestões para a construção da 1ª Agenda Regulatória da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA/MAPA), biênio de 2020-2021.

Participaram 140 entidades de diferentes setores (governo, associações, universidades e sociedade civil), que trabalharam através de cinco eixos temáticos: Temas Transversais; Inspeção Vegetal; Saúde Anima e Insumos Pecuários; Alimentação e Inspeção Animal; e Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas. Entre os 166 temas discutidos foram selecionados 60 como prioritários. O próximo passo será colocar o resultado da Oficina em consulta pública.

O presidente Executivo da ABRA, Decio Coutinho, e o gestor de Mercado Externo, Juliano Hoffmann, acompanharam de perto a oficina. Eles participaram das mesas que debateram os temas: inspeção de bovinos, sanidade dos ruminantes e alimentação animal. A ABRA defendeu como prioridades a revisão do Programa Nacional de Prevenção e Vigilância da Encefalopatia Espongiforme Bovina, a questão da atualização da IN34/2008 e RTIQ – Regulamento Técnico de Identidade e Qualidade para produtos proteicos e gordurosos de origem animal.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRA

Veja também

Brasil exporta volume recorde de carne suína em 201909/01 O Brasil exportou 750,3 mil toneladas de carne suína em 2019, um volume recorde para o setor e 16,2% maior que em 2018, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na segunda-feira (06). A receita com as exportações aumentou 31,9%, para US$ 1,6 bilhão. As compras de países da Ásia, principalmente por China, deram o principal impulso......
Lalan apresenta e-book sobre o mercado frigorífico21/11/19 O mercado frigorífico é uma das frentes que mais empregam colaboradores para trabalhos manuais em nosso país. Além disso, se trata de um trabalho de alto risco, como abate, desossa e cortes de carnes. Facões e outros......
Frimesa anuncia investimentos em nova planta de suínos25/08 A Frimesa planeja investir até R$ 790 milhões na construção de uma planta de abate de suínos e ampliação de plantas industriais, informou a empresa em comunicado. A construção da unidade de......

Voltar para Notícias (pt)