Notícias

Postado em 21 de Novembro de 2019 às 14h47

ABRA defende temas de interesse do setor na construção da 1ª Agenda Regulatória da Secretaria de Defesa Agropecuária

EXPOMEAT 2019 Entre os dias 12 e 14 a equipe ABRA participou da oficina que colheu sugestões para a construção da 1ª Agenda Regulatória da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA/MAPA), biênio de...

Entre os dias 12 e 14 a equipe ABRA participou da oficina que colheu sugestões para a construção da 1ª Agenda Regulatória da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA/MAPA), biênio de 2020-2021.

Participaram 140 entidades de diferentes setores (governo, associações, universidades e sociedade civil), que trabalharam através de cinco eixos temáticos: Temas Transversais; Inspeção Vegetal; Saúde Anima e Insumos Pecuários; Alimentação e Inspeção Animal; e Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas. Entre os 166 temas discutidos foram selecionados 60 como prioritários. O próximo passo será colocar o resultado da Oficina em consulta pública.

O presidente Executivo da ABRA, Decio Coutinho, e o gestor de Mercado Externo, Juliano Hoffmann, acompanharam de perto a oficina. Eles participaram das mesas que debateram os temas: inspeção de bovinos, sanidade dos ruminantes e alimentação animal. A ABRA defendeu como prioridades a revisão do Programa Nacional de Prevenção e Vigilância da Encefalopatia Espongiforme Bovina, a questão da atualização da IN34/2008 e RTIQ – Regulamento Técnico de Identidade e Qualidade para produtos proteicos e gordurosos de origem animal.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRA

Veja também

JBS, Minerva e Marfrig entre habilitadas a exportar para EUA05/03 A JBS tem 11 unidades brasileiras aprovadas a exportar carne bovina in natura para os Estados Unidos, a Minerva tem cinco e a Marfrig tem três, informaram as empresas. A reabertura do mercado dos EUA para a carne bovina in natura foi anunciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na sexta-feira (21). A JBS disse em nota que tem 11 unidades industriais......
Santa Catarina amplia em 116% as exportações de carne suína para a China13/03 A China se tornou o principal destino da carne suína produzida em Santa Catarina. Desde o início de 2020, o estado enviou mais de 38,6 mil toneladas do produto para o gigante asiático - o valor representa um crescimento de 116,4% em......

Voltar para Notícias (pt)