EXPOMEAT
É ADIADA PARA 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 18 de Dezembro de 2019 às 10h53

Abrafrigo espera alta de 10% nas exportações de carne bovina em 2020

Notícias do Setor (652)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal As exportações brasileiras de carne bovina devem subir 10% em 2020, após baterem recorde neste ano, segundo estimativa da...

As exportações brasileiras de carne bovina devem subir 10% em 2020, após baterem recorde neste ano, segundo estimativa da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo).

A demanda gerada pela peste suína africana na Ásia, a abertura de mercado da Indonésia e de outros países do Sudeste Asiático, e a expectativa de habilitação de plantas brasileiras pelos Estados Unidos dão suporte à previsão, segundo a Abrafrigo.

As exportações brasileiras de carne bovina subiram 14% em volume e 37% em receita em novembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, impulsionadas principalmente pela demanda chinesa, segundo a Abrafrigo.
O Brasil exportou 180,25 mil toneladas do produto em novembro, gerando uma receita de US$ 845 milhões, confirmando as perspectivas de que as vendas externas baterão recorde neste ano.

De janeiro a novembro, 1,68 milhão de toneladas de carne bovina foram exportadas, 13% acima do mesmo período do ano passado, com receita de US$ 6,73 bilhões, também alta de 13% ano a ano.

A China respondeu por 42,2% das exportações de carne bovina brasileira no ano, seguida do Egito, Chile, Emirados Árabes Unidos e Rússia.
O valor médio da tonelada de carne bovina exportada alcançou US$ 4.857,60 em novembro, alta de 8,58% ante outubro e de 21,6% ante novembro de 2018.

Fonte: Carnetec

Veja também

Reinspeção de produtos de origem animal importados passa ser realizada pela Vigilância Agropecuária Internacional01/09 A circulação em território nacional de matérias-primas e de produtos de origem animal comestíveis importados será autorizada após a fiscalização e reinspeção pela Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A mudança passou a valer no dia......

Voltar para Notícias (pt)