EXPOMEAT
de 15 a 17 de Março de 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 12 de Maio às 15h37

China: Importação de carnes aumenta 6,9% em abril e fica perto de recorde

Notícias do Setor (664)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A China importou 922 mil toneladas de carnes em abril, um aumento de 6,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior, mostraram...

A China importou 922 mil toneladas de carnes em abril, um aumento de 6,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior, mostraram dados alfandegários, enquanto o maior produtor de carne suína do mundo continua enfrentando escassez doméstica.

A produção de carne suína da China despencou após os surtos de peste suína africana desde 2018, estimulando uma forte demanda por importação de carne suína e outras proteínas.
As importações ficaram apenas ligeiramente abaixo do recorde de 1,02 milhão de toneladas de março, mostrou a Administração Geral de Alfândegas da China.

Os grandes desembarques ocorreram mesmo com o aumento da produção de carne suína da China no primeiro trimestre, após intensos esforços para reabastecer e expandir as criações no ano passado.
Uma nova onda de peste suína africana e outras doenças durante o inverno levou produtores, preocupados com o risco de infecção, a enviar porcos para o abate mais cedo, aumentando o volume.

Embora os preços domésticos da carne suína tenham caído acentuadamente nos últimos meses, as importações devem permanecer altas, com uma escassez de oferta prevista para durar o resto do ano.

Isso tende a beneficiar o Brasil, maior exportador global de carnes bovina e de frango, e importante “player” da proteína suína.

As importações de carnes nos primeiros quatro meses do ano chegaram a 3,55 milhões de toneladas, um aumento de 16,9% em relação ao mesmo período do ano passado, mostram também os dados.

Fonte: Reuters

Veja também

BRF começa a adaptar fábricas à era digital04/11/20 Quando foi contratado pela Perdigão, há 17 anos, o administrador Antonio Carlos Cesco se ocupava da emissão de notas fiscais em Videira, município catarinense onde surgiu a empresa que daria origem à BRF. Quase duas décadas depois, cabe ao executivo liderar - e acelerar - a transformação da fabricante de alimentos rumo ao mundo digital. De Curitiba, onde......
Exportações de carne de frango sobem 2,8% em 201909/01/20 As exportações brasileiras de carne de frango somaram 4,2 milhões de toneladas em 2019, uma alta de 2,8% em relação ao registrado em 2018, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na......

Voltar para Notícias (pt)