EXPOMEAT
de 15 a 17 de Março de 2022

Das 14h às 20h
Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 15 de Setembro às 11h04

Emirados aumentam em 50% compras de frango do Brasil

Notícias do Setor (668)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal Os Emirados Árabes Unidos aumentaram em 50,5% as importações de carne de frango do Brasil em agosto, segundo dados divulgados...

Os Emirados Árabes Unidos aumentaram em 50,5% as importações de carne de frango do Brasil em agosto, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O país árabe foi o segundo maior comprador do produto brasileiro no período.
A ABPA também destacou, em material sobre as exportações do mês, as compras de outro país árabe, a Líbia. Os líbios importaram 8,9 mil toneladas de carne de frango do Brasil em agosto, o que significou um crescimento de 161,5% sobre igual período de 2020. O aumento das vendas para esses países árabes ficou acima da média.
Como um todo, as exportações brasileiras de carne de frango subiram 4,8% em agosto, com 379,9 mil toneladas. Os dados incluem carne in natura e processados. O crescimento em receita foi ainda maior, de 36,1%, para US$ 677,3 milhões. A China foi o principal destino das exportações, com 57,4 mil toneladas, seguida por Emirados Árabes Unidos e depois pelo Japão, com 35,2 mil toneladas.
“Os preços aquecidos para as exportações de carne de frango são consequências diretas da alta internacional dos custos de produção. Mesmo com este quadro, grandes mercados importadores de alto valor agregado aumentaram o apetite pelos produtos brasileiros, resultando em um mês marcadamente positivo, reforçando a expectativa de alta histórica nas exportações totais de 2021”, disse o presidente da ABPA, Ricardo Santin, em nota da entidade.
Fonte: Avicultura Industrial

Veja também

Suínos: mercado registra leves altas para o animal vivo28/09/20 Os preços do suíno vivo voltaram a ter leves valorizações para o animal vivo. De acordo com análise do Cepea/Esalq, a forte valorização do animal vivo no mercado independente se deve à oferta reduzida de animais para abate e às aquecidas exportações da proteína nos últimos meses. Em São Paulo, segundo a Scot......
Peru habilita novas plantas brasileiras20/05/20 Em um cenário que exige maior resiliência brasileira ao lidar com o mercado externo, o Peru confirmou ter habilitado oito novas plantas para exportar carne bovina e de frango. Informação foi divulgada pela Valor......

Voltar para Notícias (pt)