09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 27 de Outubro de 2020 às 10h57

Friboi, da JBS, inaugura 3 confinamentos de bois em 2020

Notícias do Setor (460)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal Confinamento da Friboi em Guaiçara-SP (Divulgação)  

Confinamento da Friboi em Guaiçara-SP (Divulgação)

 

A Friboi, do grupo JBS, informou que está inaugurando três unidades de confinamento de bois neste ano, num momento em que o setor enfrenta baixa disponibilidade de animais prontos para abate.

A empresa já inaugurou neste ano as unidades de confinamento em Rio Brilhante (MS) e Campo Florido (MG), com capacidade para 10 mil animais, com 2,5 giros cada, segundo informou em comunicado na segunda-feira (26).

Neste mês de outubro, a Friboi irá inaugurar a unidade de confinamento em Confresa (MT), com estrutura para 12 mil bois, em 2,5 giros.

A Friboi já contava com cinco unidades de confinamento com capacidade de engorda de 116 mil cabeças de gado por ano: duas em São Paulo, duas em Mato Grosso e uma em Mato Grosso do Sul.

“A operação de boitel (unidade de confinamento) da empresa acontece desde 2010, com mais de 2 milhões de animais enviados para as unidades de processamento da Friboi”, disse a empresa.

A Friboi trabalha com quatro modalidades de contratação dos bois: diária (com pagamento de preço fixo pelas diárias pelo produtor), parceria (animal pesado na entrada e produtor recebe as arrobas magras a preço de boi gordo), arroba produzida (produtor paga preço fixo pelo total de arrobas engordadas dentro do confinamento) e ração por quilo (pecuarista paga pelo quilo de ração consumida por animal).

“As vantagens desse modelo de negócio possibilitam ao pecuarista encurtar o ciclo de criação e aumentar o desfrute, a lotação e o faturamento”, disse a Friboi.

Segundo a empresa, o modelo possibilita que o produtor só desembolse o valor de custos, como alimentação e frete, após o abate dos animais, além da possibilidade de acertar a venda a termo ou a mercado.

Fonte: Carnetec
 

Veja também

Cada vez mais empresas buscam a Certificação Halal19/01 Quando falamos de produtos que atendam consumidores islâmicos temos que levar em consideração a necessidade da presença do selo Halal estampado nas embalagens. Ele atesta que um determinado produto está em conformidade com as exigências de órgãos internacionais e Jurisprudência Islâmica. Ou seja, assegura que toda a linha de produção da......

Voltar para Notícias (pt)