21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 19 de Janeiro às 10h15

Governo de SC espera alta na exportação de carne suína em 2021 após recorde

Notícias do Setor (349)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O estado de Santa Catarina, maior produtor de carne suína do Brasil, exportou o equivalente a US$ 1,2 bilhão em carne suína...

O estado de Santa Catarina, maior produtor de carne suína do Brasil, exportou o equivalente a US$ 1,2 bilhão em carne suína em 2020, estabelecendo um novo recorde anual para o setor, informou a Secretaria da Agricultura do estado na terça-feira (12).

“Em 2021, apesar da alta nos preços dos insumos, a carne suína continuará favorável e nós seguiremos acessando mercados e aumentando o volume de exportações”, disse o secretário adjunto de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de SC, Ricardo Miotto, em nota.

O faturamento do setor de carne suína catarinense com os embarques no ano passado foi 35% superior ao registrado em 2019. O estado exportou 523,3 mil toneladas de carne suína em 2020 para 67 países, respondendo por 52% do total embarcado pelo país.

O Brasil como um todo também estabeleceu um novo recorde de exportações de carne suína em 2020, superando 1 milhão de toneladas pela primeira vez na história, a 1,02 milhão, conforme informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) no início do mês.

O aumento das vendas externas ocorreu principalmente devido à maior demanda chinesa e aos impactos da peste suína africana, que reduziu a produção global de carne suína, mas que não atingiu o Brasil.

A China comprou mais de 60% do total de carne suína exportada por Santa Catarina no ano passado, gerando faturamento de US$ 740,2 milhões para a indústria do estado.

A demanda externa por carne suína brasileira e o aumento da competitividade do produto no mercado interno colaboraram para o desempenho da indústria processadora de suínos em 2020.

A ABPA estimou em dezembro de 2020 que o Brasil deverá exportar entre 1,08 milhão e 1,1 milhão de toneladas de carne suína em 2021.

Fonte: Carnetec

Veja também

Minerva tem plantas habilitadas a exportar para Arábia Saudita16/01/20 A Minerva teve duas plantas processadoras de carne bovina no Uruguai habilitadas a exportar o produto para a Arábia Saudita nesta semana, segundo confirmou a empresa à CarneTec na terça-feira (14). Foram habilitadas as plantas Pul, com capacidade de abate de 1.400 cabeças/dia, e Carrasco, que pode abater até 900 cabeças/dia. O jornal Valor Econômico informou......

Voltar para Notícias (pt)