09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 26 de Novembro de 2020 às 11h19

GT de fornecedores indiretos do setor de carne bovina lança site

Notícias do Setor (571)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O Grupo de Trabalho de Fornecedores Indiretos (GTFI), que congrega empresas da cadeia do setor de carne bovina, lançou um site com estudos...

O Grupo de Trabalho de Fornecedores Indiretos (GTFI), que congrega empresas da cadeia do setor de carne bovina, lançou um site com estudos e análises sobre monitoramento dos fornecedores indiretos da cadeia produtiva e informações sobre rastreabilidade.

“Ao expor essas informações no site, o GTFI pretende comunicar aos consumidores, investidores e à sociedade em geral o progresso das ações e debates a respeito da inclusão de fornecedores indiretos aos sistemas de fornecimento da cadeia da carne”, disse o grupo em comunicado na terça-feira (24).

Segundo o GTFI, a falta de um sistema de rastreabilidade eficiente dos indiretos cria riscos desnecessários relacionados às conformidades legais, exigências do mercado, dúvidas sobre origem do gado, entre outros.

“A falta de visibilidade sobre os elos mais distantes da cadeia faz com que as empresas estejam suscetíveis a efetuarem compras associadas a práticas ilegais.”

O GTFI visa identificar, desenvolver e apoiar soluções de rastreabilidade para fornecedores indiretos.

Entre os membros do GTFI estão JBS, Marfrig, Frigol, Minerva Foods, Frialto e Masterboi.

Discussões do GTFI foram iniciadas em junho de 2015, com realização de workshops anuais. Em março de 2019, o grupo fechou um acordo sobre boas práticas para implementação de sistema de monitoramento de fornecedores indiretos na cadeia da pecuária.

Empresas do setor de carne bovina brasileira aumentaram esforços para divulgação de iniciativas de rastreabilidade e monitoramento da cadeia produtiva neste ano após a cobrança de investidores internacionais sobre a relação do setor com o desmatamento da Amazônia e outros biomas.



Fonte: Carnetec

Veja também

Exportações de carne de frango sobem 2,8% em 201909/01/20 As exportações brasileiras de carne de frango somaram 4,2 milhões de toneladas em 2019, uma alta de 2,8% em relação ao registrado em 2018, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na terça-feira (07). O faturamento com os embarques ficou em US$ 6,99 bilhões, 6,4% superior ao de 2018. A China foi a maior importadora de......
JBS diz que vai contratar 3 mil pessoas em 202007/04/20 Por Anna Flávia Rochas em 03/04/2020 A JBS disse que tem 3 mil vagas de empregos abertas no Brasil para serem preenchidas em 2020, segundo comunicado enviado à imprensa. As contratações fazem parte do plano de......
Exportações de carne de frango crescem 15,3% em abril18/05 Levantamentos da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostram que as exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) cresceram 15,3% em abril, totalizando......

Voltar para Notícias (pt)