21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 09 de Junho de 2018 às 13h13

Mapa abre consulta pública para normas de abate humanitário; redução do tempo de jejum na mira

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou em seu site na segunda-feira (21) que editou a portaria 62, publicada na sexta-feira no Diário Oficial da União, que abre prazo de 30 dias para consulta pública do regulamento de manejo pré-abate e abate humanitário.

A nova regra deverá reduzir o tempo de jejum dos animais, que varia conforme a espécie – bovino, suíno ou ave.

O objetivo das normas é evitar dor e sofrimento desnecessários aos animais em todos os estabelecimentos inspecionados oficialmente, que realizam abates e aproveitamento dos animais para fins comerciais.

É proibido espancar os animais, agredi-los, erguê-los pelas patas, chifres, pelos, orelhas ou cauda, ou qualquer outro procedimento que os submeta a dor, medo ou sofrimento desnecessários. As informações são do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa/Mapa).

As principais propostas de normatização determinam que haverá controle das cargas de animais destinados ao abate desde o embarque na propriedade, passando pelo transporte, até o desembarque no frigorífico.

Esses controles serão baseados na inspeção dos caminhões – incluindo tacógrafos para fiscalização da velocidade – e exames nos animais para verificação de possíveis lesões antes do abate. Anteriormente, o controle era feito apenas na chegada ao abatedouro.

Outra novidade será a obrigatoriedade de os frigoríficos manterem um responsável pelo cumprimento das normas de bem-estar animal, que prestará orientações no pré-abate (operações de embarque na propriedade de origem até a contenção para insensibilização) e no abate dos animais. Esse responsável deverá orientar os motoristas dos veículos utilizados para transportar animais.

Entre os possíveis atores a participar dessa consulta pública está o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). No mês passado, houve a posse da nova diretoria da Comissão Nacional de Bem-Estar Animal (Cobea/CFMV), que tem como atribuições o estudo e a apreciação de temas relacionados ao bem-estar dos animais.

Fonte: Carnetec

Veja também

BRF elege José Aurélio Drummond Jr. como novo CEO30/11/17 O Conselho de Administração da BRF S.A. elegeu o engenheiro José Aurélio Drummond Jr. como novo CEO da companhia, no lugar de Pedro Faria, informou a empresa na quarta-feira (22). Drummond Jr. já atuou como executivo nas empresas Whirpool, Alcoa e Eneva. A saída de Faria do cargo CEO já era esperada e foi anunciada pela BRF em setembro. Pedro Faria......
Faturamento da C.Vale deve crescer para R$ 11,5 bilhões15/12/20 Com uma ampla carteira de negócios e de áreas de atuação - que se estendem pelos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e mesmo o vizinho Paraguai -, a C.. Vale está......
Frigorífico de suínos da Aurora completa 25 anos18/12/17 A unidade industrial de suínos FACH1 - sigla que identifica o Frigorífico Aurora Chapecó 1 –, em Chapecó (SC), completou nesta semana 25 anos de funcionamento. A unidade pertence à Cooperativa Central Aurora Alimentos,......

Voltar para Notícias (pt)