21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 16 de Fevereiro às 10h57

Minerva fortalece atuação no Oriente Médio e Ásia por meio da parceira Salic

Notícias do Setor (435)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A Minerva Foods, líder em exportação de carne bovina na América do Sul, aprovou na quinta-feira (11) a...

A Minerva Foods, líder em exportação de carne bovina na América do Sul, aprovou na quinta-feira (11) a celebração de contrato disciplinando venda, fornecimento e exportação de produtos produzidos e comercializados pela companhia à Salic (UK), disse a Minerva em comunicado ao mercado no mesmo dia.

Com o suporte da Salic, o contrato de fornecimento deverá fortalecer a exposição e atuação da Minerva nos mercads do Oriente Médio e Ásia, que compreendem cerca de 65% da população e 40% do PIB global, revelou a companhia.

Segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), Oriente Médio e Ásia foram responsáveis por mais de 60% da importação global de carne bovina no ano passado. Considerando os três primeiros trimestres de 2020, cerca de 55% das exportações de carne bovina da Minerva tiveram a região como destino, evidenciando a sua grande relevância e o seu forte potencial de crescimento na importação e consumo de proteína animal, ressaltou a empresa.

Nos termos do contrato de fornecimento, a Salic poderá adquirir até 25 mil toneladas/ano de produtos da Minerva, considerando preços de mercado, mediante procedimentos e prazos predeterminados.

Estratégia de acesso a mercados de alta rentabilidade
Adicionalmente, a Minerva informou no mesmo comunicado que celebrou um memorando de entendimentos com Salic tendo por objetivo a possível aquisição de ativos na Austrália e a constituição de joint venture voltada à criação, exploração, processamento e exportação de ovinos e bovinos naquele país (MoU Australia).

A Austrália é o maior exportador global de ovinos processados e o segundo maior exportador de carne bovina, sendo reconhecida mundialmente pela tradição e qualidade dos seus produtos, avaliou a Minerva. Os australianos acessam tanto destinos de alto crescimento, como Ásia e Oriente Médio, quanto também mercados com maior capacidade de renda e que permitem alta rentabilidade, como Estados Unidos, Europa, Japão, Coreia do Sul, entre outros.

A companhia acredita que "a Austrália complementa de maneira única nossas operações na América do Sul, maximizando oportunidades comerciais e sinergias operacionais, reduzindo riscos e contribuindo para nossa estratégia de consolidação no mercado de exportações de proteína animal".

Com o potencial estabelecimento da joint venture previsto no MoU Australia, em parceria com a Salic, a companhia busca maximizar novas oportunidades de negócios, de forma a atender à crescente demanda global por proteína animal, "sempre respeitando nosso compromisso com a disciplina financeira".

O comunicado da Minerva é assinado por Edison Ticle de Andrade Melo e Souza Filho, diretor de Finanças e diretor de Relações com Investidores.



Fonte: Carnetec

Veja também

Alegra eleva produção em 2020 apesar do coronavírus15/12/20 A Alegra, processadora brasileira de carne suína, expandiu a produção em 2020 apesar dos impactos relacionados à covid-19, informou a empresa em comunicado no início do mês. “Em comparação com 2019, nossa produção passou de 8 mil toneladas por mês para 9 mil toneladas. Em 2020, nossa planta foi certificada para abate de 3,5 mil......
A confiança na indústria da carne09/09/20 NELSON EIJI AKIMOTO, presidente da ACIC (Associação Comercial e Industrial de Chapecó) e NADIR JOSÉ CERVELIN, gerente do Projeto MERCOAGRO (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da......

Voltar para Notícias (pt)