21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 01 de Abril às 14h14

Piscicultura mantém nível habitual de produção

Notícias do Setor (228)
EXPOMEAT 2021 A Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR) declarou que não há risco de desabastecimento de pescados no mercado nacional. A orientação da entidade, para que a produção...

A Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR) declarou que não há risco de desabastecimento de pescados no mercado nacional. A orientação da entidade, para que a produção seja mantida, é de que as empresas tomem todas as precauções necessárias em termos de segurança e saúde e mantenham seus colaboradores, clientes e parceiros informados sobre as melhores práticas sanitárias.

“A alimentação é essencial. Estamos nos movimentando para que o fluxo de abastecimento de peixes à população não seja afetado. Nossa cadeia produtiva é qualificada, tecnificada e preocupada com a saúde alimentar da sociedade”, declara Francisco Medeiros, presidente da Peixe BR.

Medeiros também salienta o valor nutricional dos peixes de cultivo nacional, coo a tilápia e tambaqui: “A produção acontece em ambiente controlado e o cuidado com a sanidade é muito rígido. Sempre trabalhamos para garantir a segurança e oferecer alimentos saudáveis para os consumidores. E continuamos da mesma forma, mesmo em um momento extremamente desafiador".

A entidade também ressaltou, em nota, que está atuando junto aos governos estaduais e federal para que não impeçam o fornecimento de insumos essenciais aos produtores, assim como o transporte de peixes para os frigoríficos. “Precisamos encarar o momento com solidariedade e cuidado, realizando ações estratégicas para garantir o bom funcionamento das atividades essenciais à população”, pontua o presidente.

Fonte: PeixeBR, adpatado pela equipe feed&food

Veja também

Sistema de compartimentação abre portas para a avicultura catarinense em mercados exigentes21/07 Santa Catarina é o segundo maior responsável pela exportação de carne de frango no país, representando 24,1% do total embarcado para o exterior no primeiro semestre de 2020, segundo dados da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural. Além do grande volume de produção, a preocupação com a segurança, que torna o......

Voltar para Notícias (pt)