EXPOMEAT
É ADIADA PARA 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 08 de Dezembro de 2020 às 10h22

Rabobank espera recuperação da demanda doméstica por carne bovina

Notícias do Setor (650)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O Rabobank disse na quarta-feira (02) que espera recuperação no consumo doméstico de carne, com a melhora das...

O Rabobank disse na quarta-feira (02) que espera recuperação no consumo doméstico de carne, com a melhora das condições econômicas no Brasil e o início da estação mais quente.

“Esperamos que o ritmo das exportações continue nos próximos meses, principalmente para a China, à medida que se aproxima o Ano Novo Chinês, que geralmente apresenta um aumento na demanda”, disse o Rabobank em relatório.

“A demanda doméstica também deve melhorar com a chegada de um clima mais quente. Juntos, esses (fatores) devem manter os preços elevados do boi gordo e da carne bovina.”

O consumo doméstico de carne bovina em 2020 foi reduzido pelos impactos das medidas de isolamento social e fechamento temporário de restaurantes, relacionadas à pandemia de covid-19. Por outro lado, as exportações aumentaram, impulsionadas principalmente pela demanda asiática.

Apesar do fraco consumo no mercado interno, a baixa disponibilidade de gado pronto para o abate elevou preços da arroba no Brasil, que em outubro estavam 62% acima do registrado um ano antes.

Segundo o Rabobank, os preços de carne bovina no varejo em setembro estavam 11% acima dos registrados em janeiro. Já os preços da carne bovina no atacado tinham subido 26% na mesma base de comparação.

“Um menor aumento de preço para a carne bovina ao consumidor tem sido possível devido aos grandes ganhos de margem dos exportadores (que estão vendendo maiores volumes a valores mais altos) e também aos elevados volumes vendidos pelos setores de atacado e varejo devido ao fechamento temporário dos canais de food service”, disse o Rabobank em relatório.

O banco estima que a produção de carne bovina brasileira no segundo semestre aumentará ligeiramente após uma queda de 5% no primeiro semestre..

Fonte: CarneTec

Veja também

Carnes/China: importação cresce 27,6% no primeiro bimestre, para 1,6 milhão de toneladas22/03 As importações chinesas de carnes e miúdos totalizaram 1,6 milhão de toneladas em janeiro e fevereiro deste ano, de acordo com dados divulgados pela Administração Geral de Alfândegas da China (Gacc, na sigla em inglês). O volume representa aumento de 27,6% ante o primeiro bimestre do ano passado, quando a China importou 1,25 milhão de toneladas. Em......

Voltar para Notícias (pt)