Notícias

Postado em 14 de Maio às 15h48

Exportações de carne bovina in natura aceleram nos primeiros dias de maio, aponta Secex

EXPOMEAT 2019 A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (SECEX) divulgou que as exportações de carne bovina in natura vieram muito fortes nos primeiros...

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (SECEX) divulgou que as exportações de carne bovina in natura vieram muito fortes nos primeiros cinco dias úteis de maio. O volume embarcado de carne bovina na primeira semana de maio foi de 53,5 mil toneladas. A média diária ficou em 10,7 mil toneladas exportadas e teve um incremento de 89,31% se comparado com o ano anterior, que registrou uma média de 5,65 mil toneladas.

De acordo com as informações da Radar Investimentos, as estimativas apontam que as exportações tem potencial para alcançar 214,1 mil toneladas “Guardada as devidas proporções e ponderando que a maior parte do mês deve ser contabilizada, caso este ritmo se mantenha podemos ter um volume recorde embarcado”, relata.

Os preços médios ficaram próximos de US$ 4.396,20 por tonelada, um aumento de 13,32% se comparado ao mesmo período do ano anterior que registrou um preço de US$ 3.879,30 por tonelada. “Pelo lado do preço médio da tonelada exportada, os valores em reais representando um salto de 61,4% frente ano contra ano”, destaca.

O valor negociado do produto em novembro registrou uma queda de 114,53% frente ao ano passado em que o valor comercializado foi de US$ 482,4 mil e com uma média diária negociada em US$ 21,9 mil. Neste mês de maio, o valor negociado ficou ao redor de US$ 235,2 mil, porém esse valor na média por dias úteis está próximo de US$ 47,04 mil.

As Projeções preliminares da consultoria Agrifatto apontam para exportações totais entre 150 e 180 mil toneladas enviadas até o final de maio, um cálculo considerando o histórico dos últimos três meses e uma queda nos embarques no final do mês. Com isso, o valor médio (165 mil ton) ultrapassaria o recorde de out/19, quando foram enviadas 160,10 mil toneladas ao exterior.

Fonte: AviSite

Veja também

Análise de laboratório no Paraná aponta resultados satisfatórios para amostras de carnes03/04/17 O Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen-PR) concluiu que os resultados de testes em amostras de carnes e embutidos coletadas em Curitiba entre segunda e terça-feira (20 e 21 de março) foram satisfatórios, segundo informações da Secretaria de Saúde do estado divulgadas na sexta-feira (31). Os testes foram realizados em um lote de amostras de dez......
Aurora Alimentos anuncia ampliação de 10% no abate de suínos24/10/17 A Cooperativa Central Aurora Alimentos - terceiro maior grupo brasileiro de proteína animal – anunciou que ampliará em 10% o abate industrial diário de suínos até o fim deste ano. O abate crescerá das atuais 18......
BSB reserva espaço e analisa a participação na EXPOMEAT 202115/04 A BSB analisa a sua participação na EXPOMEAT 2021, que acontece entre os dias 21 e 23 de setembro, no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo. Consolidada em 2008, a BSB - Brazil Safety Brands - reúne......

Voltar para Notícias (pt)